Conheça os principais recursos disponíveis nas filmadoras atuais

Já faz tempo que a gravação de vídeos não é mais um recurso restrito a profissionais. Webcams e câmeras fotográficas digitais se popularizaram e mesmo celulares básicos já gravam vídeos.

Mas para registrar momentos com mais qualidade ainda é necessário usar uma filmadora. Há dezenas de modelos no mercado, então a escolha não é fácil. A fim de facilitar essa tarefa, o iG mostra a seguir os principais aspectos a serem considerados ao escolher uma filmadora.

Filmadoras: melhor opção para vídeos com alta qualidade
Getty Images
Filmadoras: melhor opção para vídeos com alta qualidade
Preço

O preço de uma filmadora varia bastante. Há modelos básicos a partir de R$ 500 até câmeras intermediárias, na faixa de R$ 2.000. Filmadoras com recursos mais avançados, próprias para usuários mais experientes, podem custam entre R$ 3.000 e R$ 4.500. Mas é possível encontrar novas câmeras de aproximadamente R$ 8.000.

Armazenamento

A maioria das filmadoras disponíveis no mercado grava os vídeos em discos rígidos (similares aos usados em computadores) ou em memórias Flash (tipo de memória usado em pen drives). Praticamente todas elas têm também entrada para cartões de memória. O formato mais comum para esses cartões é o SD, mas algumas câmeras trabalham também com microSD e Memory Stick.

Filmadoras com armazenamento em HD costumam ser mais caras e podem ter memória acima de 100 GB. Já os modelos com memória Flash costumam vir com, no máximo, 32 GB. Na prática, 10 GB armazena cerca de 60 minutos de vídeo em qualidade máxima (Full HD). Mas este valor depende da filmadora e dos ajustes de qualidade do vídeo e áudio.

Ainda é possível encontrar filmadoras que gravam vídeos em fitas MiniDV ou em mídias DVD. Mas esses modelos já estão defasados e são mais comuns em sites de produtos usados.

Resolução

A resolução mais alta encontrada no mercado é a Full HD (1.920 x 1.080). Filmadoras desse tipo costumam ser as mais caras. Mas de nada adianta filmar em Full HD se você não vai mostrar os vídeos em uma televisão também Full HD. Por isso, leve isso em conta se considerar comprar uma filmadora com esse recurso.

Outras resoluções encontradas no mercado são a HD (1.280 x 720) e SD (720 x 480).
Filmadoras com resolução SD costumam ser as mais baratas, não passando de R$ 1.000.

Na prática, a resolução Full HD é mais interessante apenas para quem tem conhecimento de vídeo maior e deseja produzir um vídeo de viagem com mais qualidade ou mesmo um filme amador. Quem pretende usar a filmadora apenas para registrar eventos familiares pode optar por um modelo mais barato.

Bloggie, da Sony: filmadora com design vertical
Divulgação
Bloggie, da Sony: filmadora com design vertical
Design

Algumas filmadoras têm design vertical, o que permite maior firmeza ao segurar o equipamento. A filmadora Bloggie, da Sony, é uma delas. Quem é canhoto deve ter atenção com esse quesito e preferir câmeras com dupla empunhadura. Neste tipo de modelo, basta girar a filmadora sobre seu eixo para usá-la com a mão esquerda.

Outro aspecto que deve ser observado é o visor LCD. Em algumas câmeras esse visor também é sensível ao toque e é usado para acessar as configurações do equipamento. Isso diminui a quantidade de botões físicos na filmadora, mas, por outro lado, pode tornar mais trabalhoso o acesso a recursos muito úteis da filmadora.

Vá para a parte 2 do guia e veja informações sobre zoom, flash e bateria

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.