Empresa alterou após indícios de que o serviço poderia usar, copiar e destribuir os arquivos dos usuários


Por Daniel Pavani

O Dropbox atualizou no último dia primeiro seus Termos de Serviço (TOS, na sigla em inglês) e acabou despertando muita desconfiança por parte de seus usuários em blogs e no Twitter. Entretanto, lendo os TOS, fica claro que o que houve realmente foi uma confusão por parte dos usuários.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


Ao utilizar um serviço de armazenamento de arquivos na nuvem ¿ assim como tantos outros disponíveis no mercado ¿ o usuário deve permitir que o site tenha acesso a seus arquivos, a fim de armazená-los. No Dropbox, existe a opção de transferir arquivos para um diretório Público, que facilita o compartilhamento destes arquivos com outros usuários.

Porém, em uma atualização de seus TOS, o Dropbox deixou uma certa dúvida no ar, com trechos que poderiam indicar que o site teria o direito de usar, copiar, distribuir, realizar trabalhos derivativos (...) ou tornar públicos" os arquivos, conta o site Slashgear . Isso gerou uma grande repercussão em blogs e no Twitter, o que fez com que o Drobpox agisse rápido e alterasse novamente seus TOS, conforme a própria empresa publicou em seu Blog Oficial .

O novo texto tenta deixar mais claro que o site pede a permissão dos usuários para utilizar seus arquivos da maneira que os próprio usuário define. Abaixo, há o trecho, retirado da seção Your Stuff & Your Privacy, dos Termos de Serviço recentemente alterados do Dropbox:

By using our Services you may give us access to your information, files, and folders (together, your stuff). You retain ownership to your stuff. You are also solely responsible for your conduct, the content of your files and folders, and your communications with others while using the Services.

We sometimes need your permission to do what you ask us to do with your stuff (for example, hosting, making public, or sharing your files). By submitting your stuff to the Services, you grant us (and those we work with to provide the Services) worldwide, non-exclusive, royalty-free, sublicenseable rights to use, copy, distribute, prepare derivative works (such as translations or format conversions) of, perform, or publicly display that stuff to the extent reasonably necessary for the Service. This license is solely to enable us to technically administer, display, and operate the Services. You must ensure you have the rights you need to grant us that permission.

No fim das contas, qualquer serviço de internet, principalmente aquele que trabalha com arquivos e documentos dos usuários, deve ter seções em seus Termos de Serviço que se assemelham bastante a isso. Cabe, portanto, ao próprio usuário ler bem estes termos, e decidir se acha ou não justa a forma com que o site ou empresa trabalha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.