Em lançamento dos primeiros celulares com Windows Phone, empresas afirmam oferecer produtos diferentes dos já lançados

Londres - A Microsoft e a Nokia, que nesta quarta-feira apresentaram os dois primeiros modelos de smartphones com Windows Phone, fizeram um acordo sobre telefones no começo do ano, "não só para fazer produtos, mas para pensar diferente e serem diferentes", explicou o diretor da divisão Desenho de Experiência Móvel da Microsoft, Albert Shum. "Começamos esta colaboração há oito meses", explicou, mas o potencial da iniciativa conjunta é "ilimitado", acrescentou Shum.

Stephen Elop, CEO da Nokia, apresentou o Lumia 800
Getty Images
Stephen Elop, CEO da Nokia, apresentou o Lumia 800
A equipe de desenho tentou "eliminar o que é supérfluo", disse Marko Ahtisaari, vice-presidente de desenho da Nokia. Com isso, além de conseguir um bom aparelho, obtiveram um produto "muito fácil de fabricar". Ahtisaari explicou que o Lumia 800 é composto por duas partes: por um lado está uma "caixa" feita com uma peça única, na qual foram introduzidas as peças de hardware, e do outro a tela, que se insere e fecha o dispositivo.

O desenho, disse, está "centrado" na tela. "Se olhamos o mercado, os dispositivos móveis são retângulos cinzentos e com bordas arredondadas", disse, enquanto o Lumia 800 traz um desenho próprio mais reto e mais cores em seu exterior. O trabalho das duas companhias está focado em "ser melhores, mas diferentes", segundo Shum.

O vice-presidente da Microsoft para seu programa do Windows Phone, Joe Belfiore, disse que os novos aparelhos da multinacional para este sistema de software são focados em configurar os celulares para que as pessoas "reflitam", pois o espírito do Windows Phone é "celebrar o indivíduo".

O usuário quer diversidade, afirmou, e não quer "mais botões e mais informação", mas ferramentas e conteúdos relevantes. O objetivo que compartilharam as companhias nos últimos oito meses foi "desenhar para pessoas", destacou Shum. Além disso, Shum falou que a Microsoft "ainda está trabalhando" no sistema operacional Windows Phone. O Lumia 800, que a Nokia apresentou nesta quarta-feira, é um complemento para mostrar o quanto é bom o sistema da multinacional americana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.