10 dicas para usar o smartphone com segurança

Bateria que acaba rápido demais e conta de celular mais cara que o normal podem ser sinais de que seu aparelho foi infectado

Claudia Tozetto, iG São Paulo |

Getty Images
Aparelhos BlackBerry também estão entre os alvos de vírus
Cuidados simples na hora de instalar um aplicativo ou de conferir a conta do celular no final do mês podem ser importantes para prevenir ou descobrir que seu aparelho está infectado com vírus e outras ameaças. Abaixo, o iG dá 10 dicas de como se prevenir de ataques de malware:

- Monitore a bateria do seu aparelho. Caso ela acabe mais rápido que o normal, é possível que um aplicativo esteja rodando em segundo plano (e talvez enviando seus dados para um cibercriminoso);

- No caso dos usuários de iPhone, destravar o aparelho no processo conhecido como "jailbreak" torna o sistema operacional mais suscetível a ataques, inclusive, devido à instalação de aplicativos desaprovados pela Apple;

- Pesquise os aplicativos e a reputação dos desenvolvedores na web antes de instalar um aplicativo no smartphone seja qual for a plataforma;

- Analise sua conta de celular todo mês em busca de gastos incoerentes com o uso. Alguns vírus e worms roubam dinheiro dos usuários por meio do envio de mensagens (SMS) ou ligações para números de promoções falsas, que geralmente cobram preços altos e repassam o dinheiro para o cibercriminoso;

- Não instale aplicativos que parecem trazer recursos inovadores ou inéditos sem checar antes a procedência. Um exemplo bastante comum são aplicativos com conteúdo erótico que prometem fotos de celebridades nuas;

- Ao decidir instalar um antivírus para o aparelho, escolha um aplicativo de uma empresa confiável. Muitos cibercriminosos se aproveitam da ingenuidade dos usuários para disponibilizar aplicativos de antivírus grátis por meio das lojas de aplicativos que, na verdade, contêm vírus;

- Se um aplicativo pedir para acessar informações (como geolocalização) ou controlar recursos do aparelho (envio de mensagens SMS ou acesso a lista de contatos), desconfie;

- Desligue a rede Bluetooth do aparelho enquanto não estiver usando-a para transferir arquivos. Diversos tipos de ataques instalam vírus em dispositivos móveis por meio de vulnerabilidades desses tipos de rede;

- Mesmo ao navegar na web a partir do celular, sempre verifique se o site acessado é verdadeiro. Assim com no computador, sites falsos tentam roubar informações dos usuários, como dados de acesso a contas bancárias;

- Apesar das frequentes atualizações liberadas pelos fabricantes de sistemas operacionais, principalmente o Android, mantenha seu aparelho atualizado. Entre novos recursos, essas atualizações sempre resolvem pequenas falhas de segurança que podem ser exploradas pelos cibercriminosos.

    Leia tudo sobre: smartphonevírusandroiddicas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG