Compare os tablets dos três gigantes do mundo da tecnologia

Pela abrangência de seus produtos e pela liderança em diversos mercados, Microsoft, Apple e Google podem ser consideradas as três gigantes do mundo da tecnologia.

Leia também:
Fique por dentro do Windows 8

Na área de tablets, a Apple é líder disparada com seu iPad, lançado em 2010. Mas, recentemente, Microsoft e Google revelaram seus projetos nessa área.

O Surface, da Microsft, deve chegar em outubro, junto com o novo sistema Windows 8. Já o Nexus 7, do Google, está disponível em pré-venda nos Estados Unidos e chega às mãos dos consumidores nos próximos dias. A seguir, você confere as diferenças entre iPad, Surface e Nexus 7.

Modelos

O iPad é o aparelho com maior número de variações. São seis versões: três com 16 GB, 32 GB e 64 GB apenas com Wi-Fi, e três com as mesmas quantidades de memória e também conexão 3G (e 4G em países em que essas redes existem). Todas rodam o mesmo sistema, têm o mesmo processador e o mesmo tamanho.

O Nexus 7 será vendido em apenas duas versões, com 8 GB e 16 GB, apenas com Wi-Fi. Não haverá versões com 3G. A quantidade de memória é a única diferença entre as duas versões.

Já a linha de tablets Surface merece uma explicação mais detalhada. Há dois tipos de tablets Surface: um que tem processador do tipo ARM e roda o Windows RT (versão do Windows 8 para equipamentos com chips ARM) e outro que tem processador Intel e roda Windows 8 Pro. O Surface com Windows RT terá dois modelos, com memórias de 32 GB e 64 GB. Já o Surface com Windows 8 Pro terá modelos com 64 GB e 128 GB.

Outra diferença importante é que o Surface com Windows RT rodará apenas aplicativos criados para a nova interface Metro do Windows 8. Já o Surface com Windows 8 Pro poderá rodar também os programas convencionais do Windows, que funcionam atualmente no Windows 7.

Configuração

O iPad conta com processador de dois núcleos A5X, projetado pela própria Apple e fabricado pela Samsung. O chip conta com um módulo gráfico de quatro núcleos, o que melhora o desempenho principalmente em jogos. O tablet tem ainda 1 GB de memória RAM e câmeras frontal (0,3 megapixel)e traseira (5 megapixels).

O Nexus 7 tem chip de quatro núcleos NVidia Tegra 3 e 1 GB de RAM. O aparelho tem apenas câmera frontal para videoconferências (1,2 megapixel).

Já os tablets da linha Surface contam com chip NVidia Tegra em sua versão com Windows RT e Intel Core i5 em sua versão com Windows 8 Pro. Ambos terão duas câmeras, mas a resolução ainda não foi divulgada.

Sistema

O iPad roda o sistema iOS 5, mas uma atualização para o iOS 6 chegará nos próximos meses. Entre as novidades do sistema estão uma maior integração com o Facebook, um aplicativo de chamadas telefônicas mais esperto e um serviço de mapas completamente remodelado. Veja mais detalhes sobre as novidades do iOS 6 .

O Nexus 7 será o primeiro aparelho no mercado equipado com a versão 4.1 (Jelly Bean) do Android. Como o aparelho só chega em julho ao mercado, não é possível saber ainda se as novidades vão agradar aos usuários.

Mas alguns testes já publicados em sites internacionais indicam que o Jelly Bean é um avanço principalmente em velocidade. O site The Verge , um dos primeiros a publicar um teste do sistema, afirma que o Jelly Bean é sensivelmente mais rápido que seu antecessor, principalmente quando muitos aplicativos estão abertos ao mesmo tempo. O site elogia também o novo recurso Google Now, que exibe informações de acordo com localização e outros fatores. Veja mais novidades do Android 4.1 Jelly Bean

Windows 8 é o sistema dos tablets Surface
Reprodução
Windows 8 é o sistema dos tablets Surface

Os tablets Surface rodarão o sistema Windows 8, da Microsoft. Mas a versão varia. Tablets com processador ARM rodarão a versão Windows RT.

Já tablets Surface com processador Intel rodarão a versão Windows 8 Pro. A principal diferença entre elas é que a versão 8 Pro pode rodar programas convencionais do Windows 7.

Já a versão RT rodará apenas aplicativos criados para a nova interface Metro. Uma tabela da Microsoft (em inglês) mostra as diferenças entre as versões.

Tela

A tela do iPad tem a maior resolução entre todos os tablets do mercado (2.048 x 1.536) e mede 9,7 polegadas. Com proporção de 4:3, ela é confortável para navegar em sites com a tela na vertical e ver filmes com o aparelho na horizontal.

O Nexus 7 tem tela de 7 polegadas, mas é um pouco mais alongado que o iPad. O formato mais alongado é mais adequado para ver filmes, já que está mais próximo da proporção usada em TV digital (16:9). A resolução é de 1.280 x 800, um valor maior do que a de seus concorrentes mais diretos (Kindle Fire e Nook Tablet).

Ambos os tablets da linha Surface têm telas de 10,6 polegadas no formato wide screen (16:9). Essa proporção significa que é possível ver vídeos sem faixas negras nas extremidades da tela. O formato mais alongado também ajuda o Surface a trabalhar melhor na horizontal e conectado à capa/teclado.

Aplicativos

Neste quesito, a clara vantagem é do iPad. O aparelho da Apple tem mais de 200 mil aplicativos exclusivos, e roda também os cerca de 400 mil aplicativos criados para iPhone.

O Nexus 7 é compatível com os cerca de 400 mil aplicativos do Android. Mas apenas cerca de mil são criados especificamente para tablets. Outros aplicativos do Android rodam, mas não aproveitam toda a tela do aparelho. O aparelho do Google é fortemente integrado com a Google Play, loja que, nos Estados Unidos, também vende livros, música e vídeo.

Nos tablets da Microsoft, a contagem de aplicativos é um pouco mais complicada. O Surface para Windows RT rodará apenas os aplicativos para a interface Metro. Em abril deste ano, eles eram menos de cem e não devem chegar a 500 no lançamento oficial da loja, em outubro.

Já o Surface para Windows 8 Pro rodará, além dos aplicativos Metro, programas convencionais do Windows, como Excel, Word e Photoshop. Com isso, a oferta de programas para esse aparelho fica muito mais atraente, principalmente para quem está acostumado e usa bastante os programas mais tradicionais do Windows.

Acessórios

Por estar há mais tempo no mercado e ser o líder, o iPad também leva vantagem nesse quesito. Empresas como Belkin, Griffin e outras produzem caixas de som, scanners, capas e dezenas de outros acessórios compatíveis com o tablet da Apple.

Veja acessórios curiosos para iPad e iPhone

Só o tempo dirá se haverá uma boa quantidade de acessórios para os tablets Nexus 7 e Surface. Mas um acessório do Surface que merece destaque é a capa que vira teclado. Ela é produzida pela própria Microsoft, mas a empresa não esclareceu se ela será incluída com o tablet ou comprada separadamente.

Bateria

Com vida útil de cerca de 10 horas, a bateria do iPad é a melhor entre os tablets de sua categoria. O Nexus 7, do Google, também tem bateria com duração de 10 horas, mas esse quesito ainda não foi testado na prática.

Já a Microsoft não divulgou a duração de bateria do Surface. A capacidade da bateria do Surface com Windows RT é de 31,5 Wh (Watt-hora). Já o Surface com Windows 8 Pro tem bateria de 42 Wh, o mesmo valor do iPad. Mas o consumo de bateria depende do sistema e do hardware. Por isso, esse dado só poderá ser verificado após o lançamento dos aparelhos.

Preço

Com preço de US$ 500 em sua versão mais barata, o iPad é imbatível nessa categoria para tablets equivalentes, com telas na casa de 10 polegadas. Nenhum concorrente conseguiu produzir um aparelho com qualidade semelhante e preço muito menor.

Já o Nexus 7 é um aparelho com preço bastante atraente para quem quer um tablet menor, com tela de 7 polegadas. Por US$ 200, o comprador leva um aparelho com processador de última geração, versão mais recente do Android e 1 GB de memória RAM. Essa é uma configuração superior a de seus principais concorrentes, o Kindle Fire e o Nook Tablet.

A Microsoft não forneceu ainda os preços dos tablets Surface. A empresa se limitou a dizer que o Surface com Windows RT teria preço equivalente ao de tablets similares, o que sugere um valor em torno de US$ 500. Já o Surface com Windows 8 Pro teria preço similar ao de ultrabooks, em torno de US$ 900.

Conclusão

Atualmente, o iPad é a opção mais completa no mercado de tablets. O aparelho da Apple traz uma combinação ainda imbatível entre preço, quantidade de aplicativos, interface e hardware. O Nexus 7, do Google, também tem um hardware poderoso, mas ainda é cedo para saber se haverá aplicativos interessantes criados especificamente para ele.

Já o Surface é uma aposta da Microsoft em um aparelho que combina características de tablet e notebook. O hardware é elegante e poderoso, mas, como o aparelho ainda não está no mercado, não é possível saber como ele funcionará na prática. Isso é muito importante principalmente nos quesitos duração de bateria e velocidade de uso do aparelho. Assim como o Nexus 7, o Surface terá também que enfrentar o desafio de ter aplicativos de boa qualidade e em grande quantidade para ser um rival de peso para o iPad.

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.