Samsung promove seus recursos exclusivos, deixando sistema do Google em segundo plano

Uma orquestra, um garoto sapateador, palco de três andares. Essas foram apenas algumas das atrações do lançamento do Galaxy S4, realizado na noite de quinta-feira (14) no tradicionalíssimo teatro Radio City Music Hall, em Nova York (EUA). Houve também piadinhas típicas de cerimônia de Oscar, desfile de clichês (a brasileira sexy, solteironas babando pelo jardineiro fortão) e, no meio de tudo isso, o smartphone mais sofisticado já lançado até o momento.

LEIA TAMBÉM:
Em três anos, Galaxy S ficou maior e mais poderoso
Galaxy S4 tem câmera de 13 megapixels e tradutor instantâneo

Como já era esperado, o Galaxy S4, mais novo aparelho da linha Galaxy , trouxe algumas melhorias em relação ao já excelente Galaxy S III. Entre elas estão um processador mais poderoso, uma tela maior de 5 polegadas e com resolução de 1.080p . Ele deve chegar ao Brasil até o final do mês de abril, com preço de R$ 2.399 para a versão de 16 GB com 3G. Entre os destaques do novo aparelho estão os seguintes recursos:

Dual Camera
Quando o usuário tira uma foto de alguém, o Galaxy S4 usa a câmera frontal para capturar também a imagem do fotógrafo. Essa imagem é incluída na foto, como um selo. Assim, quem tira a foto também pode sair nela.

Drama Shot
O Galaxy S4 pode tirar até 100 fotos em quatro segundos. Assim, é possível capturar uma sequência de movimentos e montar uma foto final combinando várias imagens.

Eraser
Também possível pela velocidade da câmera, esse recurso permite apagar algum “papagaio-de-pirata” que passou atrás das pessoas fotografadas na hora da foto.

S Translator
Disponível no idioma português do Brasil, esse recurso traduz frases faladas em nove idiomas em tempo real. O Galaxy S4 traduz textos e “fala” a tradução para o usuário e também entende o que é falado e exibe a tradução na tela.

Story Album
Esse recurso usa o GPS do aparelho para montar automaticamente álbuns de fotos com base na localização do usuário.

Group Play
Recurso que permite usar até oito aparelhos Galaxy S4 para tocar uma mesma música. Um usuário inicia a conexão e escolhe a música, outros sete aparelhos reproduzem a faixa escolhida, funcionando na prática como alto-falantes.

Air Gesture
Recurso que permite navegar por alguns recursos do aparelho sem tocar na tela. Basta mover a mão sobre o aparelho para navegar.

Só o tempo dirá quais desses recursos serão realmente diferenciais significativos e quais serão meras curiosidades, sem uso prático. Mas algo que ficou claramente mostrado no evento do Galaxy S4 é um esforço da Samsung para promover os recursos exclusivos da empresa e reduzir a importância do sistema Android para o usuário.

A palavra Android não foi mencionada uma vez sequer no evento de cerca de uma hora. Em vez disso, a Samsung enfatizou a marca Galaxy e as ferramentas exclusivas da empresa. É uma estratégia adotada também por outros fabricantes, como a HTC, em um esforço para diferenciar seus produtos da concorrência e evitar uma situação similar ao do mercado de computadores e notebooks.

Interface TouchWiz ganha mais relevância em relação ao Android em nova versão do Galaxy S
André Cardozo/iG
Interface TouchWiz ganha mais relevância em relação ao Android em nova versão do Galaxy S

Nesse mercado, o quase monopólio do Windows faz com que os fabricantes tenham dificuldade em valorizar seus produtos, já que todos rodam o mesmo sistema e os componentes internos são fornecidos pelas mesmas empresas.

No caso do mercado de smartphones, o sistema Android e suas versões já foram diferenciais significativos nos primeiros anos da plataforma. Mas o sistema perdeu importância como fator de compra após o mercado ter sido inundado por aparelhos Android produzidos por diversos fabricantes.

Como demonstrado no lançamento do Galaxy S4, o Android começa a entrar em uma nova fase, em que o sistema “desaparece” e passa os holofotes para os recursos criados pelos próprios fabricantes. O mercado agora aguarda até maio, quando uma nova versão do Android deve ser apresentada no Google I/O, para ver se o Google mostrará grandes avanços ou apenas retocará um sistema já consolidado.

*O jornalista viajou a Nova York (EUA) a convite da Samsung.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.