Tablet da Apple chega ao Brasil com preço de R$ 1.299, mas tem entre concorrentes modelos com preço a partir de R$ 479

O iPad Mini, versão de 7,9 polegadas do tablet da Apple, chegou ao Brasil na última semana, com preço de R$ 1.299, depois de oito meses do lançamento oficial nos Estados Unidos. A demora no lançamento, no entanto, fez a Apple chegar ao mercado brasileiro depois de diversos concorrentes, a maior parte deles mais baratos. Conheça, na galeria abaixo, os principais rivais do iPad Mini no Brasil:

Galaxy Note 8.0

Lançado durante o Mobile World Congress 2013, o Galaxy Note 8.0 é a versão menor do tablet Galaxy Note de 10.1 polegadas. Ele é equipado com processador Exynos de 1,6 GHz com quatro núcleos, 2 GB de memória RAM e 16 GB de memória (expansível por meio de cartão microSD). O produto, que conta com versão só Wi-Fi e Wi-Fi com 3G, roda a versão mais recente do sistema do Google, o Android 4.1.2 ou Jelly Bean.

O produto possui duas câmeras, sendo a principal de 5 megapixels e uma frontal, para videoconferência com resolução de 1.2 megapixel. Assim como a versão maior, o produto vem com uma caneta stylus, a S Pen, e traz recursos de software desenvolvidos pela própria Samsung, como o que permite rodar dois aplicativos, lado a lado, de uma só vez. O produto está à venda pelo mesmo preço do iPad Mini na versão Wi-Fi, R$ 1.299.

FonePad

Primeiro tablet a chegar ao Brasil com processador da Intel (a maioria dos tablets usa chips baseados na arquitetura ARM), o FonePad possui tela de 7 polegadas com resolução HD. A memória interna do produto é de 16 GB, mas pode ser expandida com mais 32 GB por meio de um cartão de memória microSD. A câmera traseira, de apenas 3 megapixels segundo a fabricante, também filma vídeos com resolução full HD.

O principal diferencial do produto da Asus em relação a outros tablets da mesma categoria é a possibilidade de usá-lo para fazer ligações por meio da rede 3G. Pode parecer estranho usar um tablet deste tamanho para esta função, mas ela pode ser útil para fazer chamadas de voz com o uso de fone de ouvido quando a bateria do smartphone acaba. O produto está à venda nas cores cinza e champagne por R$ 1.099.

Iconia B1

Fabricado pela Acer, o Iconia B1 é um tablet com tela de 7 polegadas que roda o sistema operacional Android 4.1 ou Jelly Bean. Ele possui processador de 1,2 GHz, 512 MB de memória RAM e entrada para cartão de memória, o que traz uma vantagem em relação a alguns concorrentes, como o Nexus 7. A tela, porém, apresenta resolução inferior a de outros tablets da mesma categoria, conforme apontaram os testes do iG .

Outra deficiência do produto é a falta de uma câmera traseira, com maior resolução para fotografar. O Iconia B1 possui apenas uma câmera frontal, de 0.3 megapixel, para videochamadas. O tablet está à venda no mercado brasileiro com preço de R$ 800.

Nexus 7

O primeiro tablet com a marca Google, fabricado em parceria com a Asus, demorou a chegar ao Brasil, o que aconteceu no final de abril em meio a polêmica . O produto possui configurações avançadas, como tela de 7 polegadas com resolução de 1.280 x 800 pixels protegida por vidro ultrarresistente e processador Tegra 3 de quatro núcleos.

O produto oferece uma única câmera frontal, conexão Wi-Fi, Bluetooth e suporte à NFC (Near Field Communications), tecnologia que permite transferir arquivos e fazer pagamentos com o celular ou tablet. O produto era vendido com exclusividade pelo Walmart.com.br, mas no momento não está à venda no Brasil.

Playbook

O tablet da BlackBerry possui tela sensível ao toque de 7 polegadas e sistema operacional baseado na plataforma QNX, desenvolvida pela própria empresa, e pesa menos de 400 gramas. O PlayBook enfrentou muitas críticas , por conta de falhas no sistema operacional e poucos aplicativos, e chegou ao Brasil no final de 2011.

O produto não ganhou uma nova versão e a BlackBerry já sinalizou que não pretende continuar a investir em sua linha de tablets. A empresa anunciou nesta semana que não liberará a atualização do sistema operacional do PlayBook para o BlackBerry 10 , sistema presente na nova geração de smartphones da marca. No Brasil, atualmente o PlayBook é vendido em poucos varejistas por, em média, R$ 650.

MemoPad

Tablet mais básico da linha da Asus, o MemoPad possui características parecidas com o Nexus 7 -- desenvolvido pela empresa em parceria com o Google--, possui tela com resolução de 1.024 x 600 pixels com suporte ao toque de até 10 dedos simultâneamente.

O MemoPad tem processador VIA de 1 GHz e unidade de processamento gráfico (GPU) independente. O produto tem 8 GB de memória interna (expansível para até 32 GB por meio de cartão de memória microSD) e conta com apenas uma câmera frontal, para videoconferências, de 1 megapixel. O aparelho é vendido com preço de R$ 700.

Ypy 7

O tablet da Positivo, na opção com tela de 7 polegadas, ganhou uma nova versão este mês. O produto roda sistema operacional Android 4.1 ou Jelly Bean, tem memória de 4 GB e entrada para cartão de memória de até 32 GB. O produto possui uma câmera traseira de apenas dois megapixels e uma câmera frontal com resolução VGA, para videochamadas.

O produto conta com conexões microUSB, microHDMI, além de sensor de movimento. À venda desde a metade de junho, o Positivo Ypy 7 custa R$ 479.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.