Dono de um patrimônio estimado em R$ 22 bilhões, Jan Koum já fez faxina em mercadinho, foi rejeitado pelo futuro sócio Facebook e atuou em um grupo de hackers

Jan Koum fez faxina em mercadinho antes de se tornar bilionário
Reprodução/Twitter
Jan Koum fez faxina em mercadinho antes de se tornar bilionário

Aos 16 anos, a vida do ucraniano Jan Koum estava longe de dar sinais de que teria um futuro como bilionário duas décadas depois.Nesta idade, ele era um imigrante ucraniano recém-chegado aos Estados Unidos com a mãe, ambos dependendo do ‘bolsa família’ governo americano para ter o que comer.

Porém, tudo mudou quando ele e o amigo Brian Acton criaram o WhatsApp, o popularíssimo programa de troca de mensagens. Hoje, aos 39, o patrimônio dele é estimado em R$ 22 bilhões. Mas essa transformação radical não é o único acontecimento impressionante na vida de Koum, como se pode ver na lista a seguir. 

10 FATOS INCRÍVEIS DA VIDA DO BILIONÁRIO DO WHATSAPP

1 – CAIPIRA: Apesar de ter nascido em Kiev, a capital da Ucrânia, ele cresceu em Fastiv, uma pequena cidade com pouco mais de 50 mil habitantes. Ante de ser a terra do criador do WhatsApp, o lugar era conhecido por ter conseguido sobreviver as revoltas cossacas e a Grande Guerra Turca. Atualmente, Koum vive no Vale do Silício, região da Califórnia famosa por sediar grandes empresas de tecnologia. 

2 – CADERNOS NA BAGAGEM: Com muito pouco dinheiro para sobreviver nos EUA, a mãe de Koum, ao deixar a Ucrânia, se preocupou com o material escolar que o filho precisaria para estudar em terras americanas.  De acordo com reportagem da revista Forbes, ela encheu a bagagem dela e de Koum com cadernos e canetas. 

Veja também:  Como uma caixa de tomates virou uma franquia milionária

3 – ALUNO PROBLEMA: Koum teve dificuldades para conviver com os colegas no ensino médio nos EUA. Briguento, o jovem ucraniano criava muitos problemas na escola onde estudava. Mas isso não significava que ele tinha pouco interesse pelos estudos, pelo menos nos assuntos que lhe interessavam. Por meio dos livros usados que comprava, o futuro criador do WhatsApp foi aprendendo tudo o que podia sobre as redes de computador.

Veja os bilionários que começaram do zero:


4 – FAXINA POR UNS TROCADOS : Apesar da família de Koum viver num apartamento fornecido pelo governo americano e também depender de benefícios sociais, o jovem tinha que trabalhar para ajudar nas outras contas da casa. Entre outros bicos, ele atuou como faxineiro num mercadinho. O primeiro emprego em tecnologia veio como testador de segurança digital na consultoria Ernest & Young. 

Leia também: Italiano fatura milhões após 'aprender' a ser médico em favela do Rio

5 - ORDEM DE RESTRIÇÃO: O temperamento difícil de Koum também lhe causou problemas nos relacionamentos. Segundo reportagem da agência Bloomberg, em 1996, um tribunal da Califórnia determinou que ele não se aproximasse de uma ex-namorada, por conta de violência verbal e física. Em 2014, o bilionário se desculpou por seu passado: "Tenho vergonha do modo como agi, e me envergo do meu comportamento.”

6 - AMIGO E SÓCIO NOS BILHÕES: Koum criou o WhatsApp junto com o amigo Brian Acton. Os dois se conheceram quando o ucraniano ainda trabalhava  na Ernest & Young. Logo depois, eles foram trabalhar juntos no Yahoo.  Em 2007, ambos deixaram o buscador  e se deram um ano sabático. Durante o período, a dupla viajou para a América do Sul e participou de campeonatos de frisbee.

Koum e Acton, os criadores do Whatsapp
Divulgação/Sequoia Capital
Koum e Acton, os criadores do Whatsapp

7 - REJEITADOS PELO FACEBOOK: No começo de 2014, o Facebook comprou o  WhatsApp por US$ 19 bilhões (cerca de R$ 58 bilhões). Mas curiosamente, os dois fundadores do aplicativo de mensagens foram rejeitados pela rede social quando se candidataram a trabalhar na companhia de Mark Zuckerberg, em 2009. 

8 - UM IPHONE MUDOU TUDO : Em janeiro de 2009, Koum comprou um Iphone. Imediatamente, ele percebeu que o telefone da Apple daria origem a uma indústria bilionária  de aplicativos. Um mês depois, a empresa WhatsApp Inc. era criada na Califórnia.

9 – JANTAR RESOLVEU TUDO : A rápida ascensão e a popularidade do WhatsApp chamou atenção do Zuckerberg. Em 2012, o fundador do Facebook e Koum passaram a se encontrar em jantares e passeio pelas colinas do Vale do Silício. Em fevereiro do mesmo ano, um jantar definitivo selou a compra do app de mensagens pela rede social, que passaria ter o ucraniano como um dos seus sócios. 

10 – PASSADO HACKER : Segundo reportagem da Forbes, Koum fez parte do grupo de hackers w00w00. Lá, ele conheceu os futuros fundadores do Napster, Shawn Fanning e Jordan Ritter.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.