Conheça os critérios mais importantes na hora da compra

Desde meados de 2010, as vendas de notebook têm superado às de PCs de mesa (desktops) no Brasil . Cada vez mais, os brasileiros levam em conta a portabilidade e a praticidade dos notebooks e escolhem esse tipo de equipamento como seu computador principal de uso doméstico.

Notebooks cada vez mais substituem PCs de mesa no Brasil
Getty Images
Notebooks cada vez mais substituem PCs de mesa no Brasil
Tem alguma dica para escolher o notebook certo? Está em dúvida sobre o melhor modelo? Comente no fórum.

Escolher um aparelho adequado pode ser uma tarefa complicada, pois há vários critérios a serem pesados na hora da compra. A seguir, o iG mostra quais os itens mais importantes para escolher o notebook ideal para você.

Itens obrigatórios

Atualmente, mesmo notebooks básicos vêm com webcam, conexão Wi-Fi e gravador de DVD. Portanto, não se deixe enganhar por anúncios que apontam esses itens como diferenciais.

Sistema operacional

Quase todos os notebooks vendidos no mercado brasileiro vêm com o Windows 7. Essa é a opção mais adequada para a maioria dos usuários, já que o Windows é o padrão na área de computadores pessoais. Notebooks mais simples costumam vir com a versão Home Basic do Windows 7. Já a Professional é encontrada em laptops sofisticados. O site da Microsoft tem uma tabela comparativa das versões do Windows 7

Além do Windows, há os notebooks da Apple com o sistema Mac OS X e alguns notebooks com o sistema Linux. Os computadores da Apple são mais usados por profissionais de design, publicidade e das áreas de áudio e vídeo. Já computadores com Linux podem ser interessantes para quem estuda ou trabalha na área de programação de computadores.

Chip da linha Core i, da Intel
Intel
Chip da linha Core i, da Intel
Processador

Ainda há no mercado notebooks com chips Core 2 Duo, Celeron e Pentium Dual Core, mas esses modelos são antigos e devem ser evitados. Por preço equivalente, na faixa entre R$ 1.000 e R$ 2.000, é possível encontrar vários modelos com processadores Core i3, o modelo mais simples da linha de chips mais recente da Intel.

Também é possível encontrar chips Core i5 e Core i7 (os mais poderosos da Intel) em notebooks na faixa de R$ 2.000. Mas eles normalmente rendem mais quando acompanhados de uma configuração mais robusta, em notebooks mais caros.

Memória RAM

O valor de 2 GB é o mínimo atualmente. Esse valor é suficiente para que o usuário navegue na web e trabalhe em arquivos simples de programas como Word, Excel e PowerPoint.

Para quem tem mais um pouco de dinheiro para gastar, optar por um modelo com 4 GB vale a pena. Com esse valor, o Windows roda com mais folga mesmo quando vários aplicativos estão abertos. Já notebooks equipados com 6 GB ou mais valem a pena somente para quem quer rodar jogos ou trabalhar com aplicativos muito pesados, como os de modelagem 3D e edição de vídeo.

Disco rígido

O espaço em HD não costuma ser um diferencial significativo para a maioria dos usuários. Notebooks básicos costumam vir com pelo menos 300 GB de espaço. Para se ter uma ideia, 10 GB são suficientes para guardar cerca de duas mil músicas ou 15 filmes com qualidade de DVD em formato DivX, o mais usado na internet.

Evidentemente, um HD maior significa mais espaço para guardar arquivos. Mas os gigabytes a mais não fazem diferença na prática para quem apenas usa o computador para navegar na web, ouvir música e ver filmes. Um espaço maior em HD faz diferença apenas para quem baixa muitos filmes da internet ou instala muitos jogos no computador. Vale lembrar ainda que, se necessário, sempre dá para aumentar o espaço do notebook comprando um HD externo.

Conexões

Notebooks básicos com telas de 14 ou 15 polegadas costumam vir com três portas USB 2.0. Na hora da compra, é importante considerar que as portas USB são usadas para conectar uma grande variedade de periféricos (multifuncionais, pen drives, HDs externos, celulares, iPods, mouses com fio ou com adaptador wireless). Por isso, verifique a posição das portas para se certificar que seus periféricos poderão ser encaixados com conforto.

Cabo HDMI: útil para enviar áudio e vídeo para TVs
Divulgação
Cabo HDMI: útil para enviar áudio e vídeo para TVs
Já existem no mercado alguns poucos notebooks com conexão USB 3.0 , cerca de dez vezes mais veloz do que a 2.0. Essa conexão, porém, só é interessante para quem transfere arquivos muito pesados e também depende da compatibiliade do periférico. Atualmente ainda são poucos os HDs externos com esse padrão.

Uma porta interessante é a HDMI. Por meio de um cabo compatível, notebooks com essa porta podem enviar áudio e vídeo com alta qualidade diretamente para uma TV moderna (de LCD, LED ou plasma). Esse é um recurso interessante para quem baixa vídeos no computador e deseja assisti-los em uma tela maior. Boa parte dos notebooks vem também com uma entrada para cartões de foto, principalmente no padrão SD.

Tamanho e tipo de tela

De modo geral, notebooks com telas de 14 ou 15 polegadas costumam oferecer a melhor relação entre custo e benefício. Este tamanho de tela é adequado para uso doméstico, como substituto do desktop, e também permite que o notebook seja transportado com alguma facilidade.

Notebooks com telas de 16 polegadas podem ser interessantes pra gamers. Mas o preço muito alto deixa esses equipamento em desvantagem em relação a PCs de mesa com configuração parecida.

Quem necessita de um notebook ultraportátil deve optar por um netbook. A maior parte desses notebooks têm telas na casa de 10 polegadas, o que facilita o transporte.

Quanto ao tipo de tela, alguns notebooks já vêm com telas LED. Esse tipo de tela é mais fina do que as de LCD convencional e consome menos energia. Mas não há diferenças significativas na qualidade da imagem.

Placa gráfica

A maioria dos notebooks vem com uma placa de vídeo da linha Intel HD Graphics. Ela é suficiente para rodar bem aplicações básicas. Mas quem pretende usar o notebook para jogos ou aplicações de vídeo pesadas deve optar por um modelo com placas de vídeo NVidia GeForce ou AMD Radeon. A quantidade de memória dessas placas dedicadas para processamento de vídeo normalmente é de 512 MB ou 1 GB.

Redes sem fio

Como já mencionado, o Wi-Fi é obrigatório em qualquer notebook. Alguns modelos vêm também com conexão Bluetooth. Ela é usada principalmente para trocar dados com celulares e usar mouses sem fio também compatíveis com esse padrão.

Notebooks com 3D exigem uso de óculos
Divlugação
Notebooks com 3D exigem uso de óculos
Diferenciais interessantes

Quem se preocupa muito com segurança pode optar por um notebook com leitor de impressão digital. Assim, só usuários com impressão digital cadastrada no sistema poderão acessar os recursos do computador.

Para quem curte jogos, já há no mercado notebooks com recurso 3D. Como nas TVs, os notebooks com 3D exigem óculos especiais. A única exceção até o momento é o Toshiba Qosmio . Lançado recentemente nos Estados Unidos, ele não necessita de óculos para mostrar conteúdo 3D.

Alguns notebooks vêm ainda com drive leitor Blu-ray, o que permite assistir a filmes em discos nesse formato no computador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.