No exterior, modelos de cerca de US$ 1.000 começam a ganhar espaço entre entusiastas de modelagem

A impressão de objetos em 3D já é amplamente difundida em empresas. Ela é usada principalmente para a criação de protótipos de peças, a fim de garantir que o modelo final funcionará como previsto.

Essa tecnologia, entretanto, começa a ficar cada vez mais perto do usuário comum. Empresas como MakerBot e Cubify vendem, no exterior, impressoras 3D voltadas para o consumidor final. Esses produtos costumam custar entre US$ 1.000 e US$ 1.500 e são voltados principalmente para entusiastas de modelagem. A seguir, você confere as principais informações sobre as impressoras 3D caseiras.

Makerbot Replicator está à venda por US$ 1.700 nos EUA
Divulgação
Makerbot Replicator está à venda por US$ 1.700 nos EUA

O que são impressoras 3D?

Basicamente, as impressoras 3D são equipamentos que criam objetos físicos a partir de modelos tridimensionais virtuais de um programa gráfico específico (ex.: CAD).

Como funcionam as impressoras 3D?

Um programa no computador, como o Google Sketchup ou 3Ds Max, alimenta a impressora com o objeto em 3D a ser impresso. Para criar o objeto, as impressoras geram uma camada ultrafina de cada vez.

O material usado na confecção dos modelos geralmente é um tipo de plástico ABS. Este material pode vir em cartuchos de pó ou bastonetes. O tempo para a finalização da impressão pode variar de minutos a horas, dependendo da complexidade do objeto.

Quais as aplicações das impressoras 3D?

Até poucos anos, o uso de impressoras 3D era restrito ao ambiente industrial. Muitas montadoras de veículos as usaram e ainda usam quando há a necessidade de pesquisa sobre novos componentes.

De alguns anos para cá, cientistas têm usado impressoras 3D para criar cópias de ossos de dinossauros para se aprofundarem em suas pesquisas. No meio artístico, elas são usadas para criar réplicas de esculturas que não podem ser tocadas. Já no campo médico a impressora 3D é uma importante aliada na recuperação de partes do corpo humano com defeito congênito ou que sofreram traumas.

Modelos 3D são gerados a partir de arquivos de computador
Divulgação
Modelos 3D são gerados a partir de arquivos de computador
Atualmente, com o barateamento das impressoras 3D, novos nichos de mercado começam a surgir. Produtos personalizados já podem ser encontradas em lojas de decoração de interiores (ex.: lustres) ou até mesmo bijouterias.

Crianças também já podem criar seus próprios briquedos (ex.: bonecos e peças de encaixe do tipo Lego) feitos na Makerbot's Replicator (US$ 1749). No Brasil, o site Imprima 3D permite encomendar objetos 3D.

Onde posso encontrar mais informações sobre impressoras 3D?

Com este mercado em crescimento, já existem algumas comunidades e blogs dedicados a impressoras 3D. Esses serviços abrigam informações e fornecem modelos em 3D dos mais variados tipos de objetos, prontos para serem "ïmpressos" para a vida real.

Imprima 3D - site brasileiro com modelos 3D para venda e informações sobre o mundo 3D.

3ders - site aprofundado sobre a tecnologia.

iMaterialize - blog com as últimas novidades e aplicações.

Google 3D Warehouse - página com diversos modelos gratuitos de objetos em 3D.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.