Nova câmera permite alterar o foco após tirar fotos

As câmeras digitais modernas sofrem do mesmo mal dos controles remotos de TV: têm muitos botões e recursos avançados que ninguém usa . Além disso, todas elas requerem um mínimo de habilidade do usuário para fazer o foco antes de tirar a foto e, com isso, evitar imagens borradas.

A empresa americana Lytro quer mudar essa história com sua linha de câmeras, também chamadas Lytro. Atualmente em fase de pré-venda no site da empresa, as câmeras Lytro devem chegar ao mercado nos próximos meses. Elas prometem simplificar radicalmente o processo de tirar fotos, dispensando a necessidade de focar na imagem e “enxugando” a quantidade de botões.

A Lytro terá três modelos, dois com 8 GB de memória interna e um com 16 GB. Todas têm zoom óptico de 8x, pesam 214 gramas e trazem uma tela LCD de 1,46 polegada. A conexão a computadores é feita por meio de um cabo USB. Os preços das câmeras Lytro nos Estados Unidos são de US$ 399 (8 GB) e US$ 499 (16 GB).

Design inspirado no iPhone

Logo de cara, o design das câmeras Lytro deixa claro que elas não são apenas mais uma linha de câmeras fotográficas. Há apenas dois botões, um para ligar a câmera e outro para bater a foto. A regulagem do zoom é feita por meio de uma área sensível ao toque no alto da câmera. Uma tela sensível ao toque na parte traseira permite ver as fotos tiradas e aplicar efeitos.

Fotos sem foco

Um dos recursos mais interessantes da Lytro é dispensar o foco para tirar as fotos. Basta apontar a câmera e bater a foto, sem a preocupação de focar a câmera no objeto. Depois que a foto é tirada, o usuário pode escolher onde quer o foco apenas tocando na tela sensível ao toque. Um software presente na câmera corrige os borrões e deixa a foto nítida na área desejada.

Como não precisa de foco para funcionar, a câmera não tem o motor interno responsável pelo foco automático. Assim, a Lytro permite tirar fotos com mais agilidade.

Por enquanto, só para Mac

Os arquivos das fotos tiradas com a câmera Lytro usam a extensão .lfp (Long Field Picture) e são abertos apenas pelo software que acompanha o aparelho. Este software também serve para alterar o foco da imagem, caso o usuário não queira fazer isso na própria câmera.

Por enquanto, este software tem apenas uma versão para computadores da Apple. A Lytro está trabalhando em uma versão do software para Windows, mas ainda não há uma data para que ele fique pronto.

As fotos podem ser convertidas para o formato JPEG, mas a partir daí elas perdem a capacidade de interatividade, ou seja, não podem mais receber ajustes de foco.

Tecnologia pode aparecer no novo iPhone

O recurso de determinar o foco da imagem depois de bater a foto pode aparecer no novo iPhone. Segundo o recém-lançado livro Inside Apple, no ano passado Steve Jobs conversou com o fundador da Lytro, o pesquisador chinês Ren Ng. O objetivo das conversas seria a inclusão da tecnologia Lytro em futuras versões do iPhone.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.