Hawkins acredita que a Apple erra em não adotar o Flash para desenvolver jogos


Por Andréia Regeni

Trip Hawkins, fundador da Digital Chocolate e ex-diretor de estratégia e marketing da Apple nos anos 1980, fez uma comparação curiosa: comparou a Apple ao Império Romano. Para ele, a empresa de Steve Jobs está no topo e sua queda pode demorar um ou dois anos para acontecer, mas ela é certa.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


A Apple é sem dúvida, uma das maiores empresas do mundo e, a cada dia vem aperfeiçoando seus produtos, como os dispositivos e iOS e seus tablets e smartphones. De acordo com as informações publicadas no sites Industry Games e 9to5 Mac , o que Hawkins questiona é como que a empresa de Jobs pode ficar ainda melhor? Para ele, a Apple está vivendo seu ápice.

Se você olhar para qualquer instituição na História ¿ olhe para o Império Romano ¿, qualquer coisa na História e o que acontece após eles alcançarem o topo. Olhe para a Apple e como dizer que ela não está no ápice? O CEO ainda está vivo, começamos por aí. Eles inventaram este tablet que vai ser muito grande. Fizeram muito bem em reinventar o telefone. Deram uma nova vida ao Mac. Têm este ótimo marketing. Tudo isso já é o melhor que eles poderiam ter ¿ o quão melhor pode ficar?

Hawkins diz ainda que Jobs não é imortal e ninguém poderá ocupar seu lugar de forma tão majestral quando o CEO se for, não importa o quão bons sejam os substitutos. Em meio a afirmações um tanto vagas, ele faz uma crítica sobre a companhia não se interessar em desenvolver jogos em Flash, optando pelo HTML5 que, segundo ele, não tem tanta flexibilidade quanto o produto da Adobe. Hawkings acredita que isso é um equívoco, e que os jogos podem ser muito melhor desenvolvidos através do Flash.

A entrevista na íntegra (em inglês) pode ser lida no site da Edge Magazine.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.