Informações foram dadas antes do lançamento do tablet

Por Bianca Hayashi, da MAC+

O ex-gerente da Samsung, Suk-Joo Hwang, revelou em uma audiência que vazou informações confidenciais sobre o iPad antes de ele ser anunciado ao público, no começo de 2010.

A audiência em questão era o julgamento do executivo da Primary Global Research, James Fleishman, que é acusado de facilitar a troca de informações confidenciais entre as fabricantes e empregados de várias empresas. Segundo a Bloomberg , Hwang fez um acordo com Fleishman para ter imunidade em caso de processos, permitindo que ele possa falar sobre os métodos de vazamento de dados sem muitas consequências.

Hwang explicou que ele almoçou com Fleishman e passou informações sobre telas LCD que a Samsung estava produzindo para o ainda não anunciado iPad. “Uma coisa que eu lembro bem foi que falei sobre os números de envio da Apple, era sobre o iPad”, disse Hwang. “Isso foi em dezembro de 2009, antes de sair o tablet, que ainda não tinha nome”, revelou.

Fleishman pagou US$ 200 (R$ 342) por hora pela “taxa de consulta” do dado secreto e ofereceu mais US$ 350 (aproximadamente R$ 600) quando Hwang quis terminar a parceria. O ex-executivo da Samsung sabia que eles não deveriam estar conversando sobre aquilo e ainda suspeitou que um funcionário da Apple tivesse ouvido a conversa. Após a reunião, ele descobriu que a Apple encerrou um contrato com a Samsung.

A Bloomberg diz que Hwang foi demitido da Samsung em junho, então este depoimento não deve afetar o relacionamento entre as duas empresas, além da briga de patentes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.