Aplicativos de música, filmes e notícias ficarão mais sociais com mudanças anunciadas em conferência de desenvolvedores

Além do recurso Timeline, o Facebook anunciou também mudanças no Open Graph, plataforma de software que permite o acesso de aplicativos feitos por terceiros aos recursos da rede social. Na prática, isso quer dizer que aplicativos de música, vídeo, notícias e livros ficarão mais sociais. Os primeiros aplicativos a usar os novos recursos do Facebook devem aparecer nas próximas semanas.

Um exemplo dos recursos dos novos aplicativos do Facebook é a integração com o serviço de música online Spotify, disponível nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. Ela permite ouvir uma música juntamente com amigos sem sair da rede social.

Zuckerberg apresenta novidades para aplicativos do Facebook
Getty Images
Zuckerberg apresenta novidades para aplicativos do Facebook
“Se algum amigo seu estiver ouvindo uma música no Spotify, um aviso aparecerá em sua área de notificações. A partir daí, é só mover o mouse sobre a atualização e clicar para ouvir a música junto com seu amigo”, afirmou Mark Zuckerberg, CEO do Facebook.

A assessoria do Facebook no Brasil informou que o recurso de ouvir música em conjunto com amigos estará disponível no país em breve, mas ainda não há um parceiro de conteúdo de música definido.

Segundo Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, as mudanças na plataforma Open Graph facilitarão o desenvolvimento de uma nova classe de aplicativos. "Com o novo Open Graph, queremos que mais experiências se tornem sociais. Elas incluem ouvir música, ver filmes e ler notícias", afirmou. Além do Spotify, o Facebook anunciou parcerias com Washington Post e Netflix, entre outras empresas. Essas novas companhias estão desenvolvendo aplicativos que aproveitarão os novos recursos sociais do Facebook.

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.