Na Áustria, estudante de direito descobriu que a rede social armazena até as informações excluídas

Facebook pode ser multado em até R$ 246 mil
Getty Images
Facebook pode ser multado em até R$ 246 mil
O Facebook pode ter que pagar uma multa de 100 mil euros (R$ 246 mil), após um estudante de direito descobrir que a rede social possuía informações pessoais (mesmo aquelas excluídas anteriormente) sobre ele. Segundo o jornal britânico The Guardian , Max Schrems, pediu ao Facebook uma cópia dos seus dados pessoais, após assistir uma palestra de um executivo da empresa. O estudante ficou chocado quando recebeu um CD contendo um documento de 1.200 páginas que incluía mensagens e outras informações que ele já havia excluído ao longo dos três anos em que participa da rede social.

Entre os dados, Schrems encontrou rejeições de pedidos de amizade, marcações de fotos, eventos que o usuário havia confirmado ou negado, além dos históricos de bate-papo com outros usuários da rede social. Schrems decidiu fazer 22 queixas ao Irish Data Protection Commissioner, órgão de proteção de dados da Irlanda (país a partir de onde o Facebook administra os usuários europeus). O usuário criou uma página na web para mostrar como anda o processo, além de encorajar outras pessoas a verificarem o mesmo.

De acordo com o jornal, a primeira auditoria será realizada na próxima semana e, se o Facebook for declarado culpado por violações de proteção de dados, a pena máxima é uma multa de 100 mil euros (R$ 246 mil). Em comunicado, um porta-voz do Facebook afirmou que a empresa solicitou todas as informações que o usuário pediu, além de uma série de outros dados que não são considerados dados pessoais.

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.