Irritado com cancelamento de seu serviço no Facebook, empresário adotou mesmo nome do fundador do site

Mark Zuckerberg israelense é processado pelo Facebook
Divulgação
Mark Zuckerberg israelense é processado pelo Facebook
O Facebook está processando Mark Zuckerberg, mas não se trata do fundador da rede social. O Mark Zuckerberg em questão é um empresário israelense que alterou seu nome como forma de protesto contra a rede social.

De acordo com o site ZDnet , o empresário se chamava Rotem Guez e mudou de nome por estar irritado com o cancelamento de um serviço que mantinha na rede social. “Se vocês quiserem me processar, terão que processar Mark Zuckerberg”, teria dito o empresário ao Facebook.

A mudança de nome, de acordo com o site, é mais um episódio da disputa entre o empresário e a rede social. Tudo começou quando o israelense lançou uma loja chamada “Like”, que prometia conteúdo grátis a usuários que dessem um Like em páginas de clientes da empresa. Segundo o Facebook, essa ação violava os termos de serviço e por isso a rede social desabilitou o perfil da loja.

Guez reconheceu que a loja violava os termos de uso, mas afirma que muitas empresas nos Estados Unidos oferecem serviços semelhantes. Em 29 de janeiro deste ano, ele processou o Facebook. A ação foi movida contra a afiliada local do Facebook em Israel. O empresário queria que o perfil de sua loja fosse reativado.

No início deste mês, após novos processos entre empresário e rede social, Guez resolveu alterar seu nome para Mark Zuckerberg e lançou uma página no Facebook para explicar a mudança de nome do empresário. A página possui mais de 5 mil membros.

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.