Empresa tenta acalmar desenvolvedores após decisão da Microsoft de bloquear a instalação de plug-ins na interface Metro

Metro, interface do Windows 8 para tablets, dispensará uso de plug-in do Flash
Divulgação
Metro, interface do Windows 8 para tablets, dispensará uso de plug-in do Flash
A Adobe tentou tranquilizar os desenvolvedores hoje, após o anúncio da Microsoft na semana passada de que a interface Metro do Windows 8, deixaria de suportar qualquer plug-in no Internet Explorer.

Segundo mensagem no blog oficial da empresa , Danny Winokur, vice-presidente e gerente-geral da plataforma Flash, afirmou que "o Windows 8 suportará Flash muito bem, inclusive games baseados em web e vídeos".

Na prática, os aplicativos e conteúdos desenvolvidos em Flash somente funcionarão se o usuário instalar antes o Adobe Air, um software que roda sobre o sistema operacional, permitindo que o computador suporte a linguagem.

O software já é usado pela Adobe para permitir que sistemas da Apple, Google e Research in Motion (RIM) reproduzam conteúdo em Flash. Isso, no entanto, não anula a decisão da Microsoft de impedir a instalação de plug-ins no IE, ou seja, o conteúdo em Flash só funcionará em computadores com o Adobe Air instalado.

Na semana passada, a Microsoft afirmou que o navegador da interface Metro não suportará plug-ins para promover o desenvolvimento de sites e aplicativos em HTML5, linguagem que suportará "a web moderna". Segundo Winokur, apesar de investir no Flash - uma plataforma proprietária - a Adobe também investe no HTML5. "Estamos trabalhando muito perto da Microsoft, Google, Apple e outras empresas da comunidade para tornar a linguagem o mais rica possível", disse Winokur.

Há razões técnicas para o IE da interface Metro não suportar conteúdo em Flash. Segundo a Microsoft, sem instalar plug-ins e extensões, o navegador ficará mais rápido, mais seguro e também gastará menos bateria para renderizar páginas de web.

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.