Valor definido pela Justiça e retirado de investimentos de Kim DotCom em títulos do governo pagará despesas mensais e advogados

Kim DotCom, fundador do Megaupload
Getty Images
Kim DotCom, fundador do Megaupload
O governo da Nova Zelândia decidiu devolver alguns dos bens de Kim DotCom, o milionário fundador do site de compartilhamento de vídeos Megaupload. A corte aumentou o valor que DotCom pode usar de 20 mil para 60 mil dólares neozelandeses por mês, o equivalente a R$ 89,1 mil. A corte também permitiu que DotCom use um de seus carros, um Mercedes, de acordo com o jornal New Zeland Herald .

A polícia da Nova Zelândia, em uma operação em parceria com o Federal Bureau of Investigation (FBI), prendeu DotCom em janeiro de 2012, sob a acusação de estimular e lucrar com a pirataria de músicas e filmes na web.

DotCom foi libertado apenas um mês depois, pois o juiz considerou que ele não apresenta risco de fuga. No entanto, desde então, a Justiça bloqueou o acesso de DotCom a todos os seus bens.

O dinheiro liberado pela Justiça ajudará DotCom a pagar pelas despesas com os advogados, que ele já alegou que estavam trabalhando "de graça". O valor será retirado dos investimentos de DotCom em títulos do governo da Nova Zelândia. De acordo com os oficiais do governo dos EUA, o Megaupload representa o maior caso de investigação sobre pirataria na web de todos os tempos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.