Mudanças nos termos de serviço começam a valer em 1º de março e usuários de todos os serviços serão notificados por e-mail

O Google anunciou hoje que alterou os termos de serviço para uso de seus produtos, ou seja, quais as regras que o usuário concorda em se submeter ao se cadastra no Gmail, YouTube, entre outros. As mudanças unificarão as regras para todos os serviços oferecidos pela empresa. O documento único, já divulgado pela empresa, começa a valer a partir de 1º de março.

LEIA TAMBÉM:
Google+ ganha força na batalha contra o Facebook

Google altera termos de uso para contemplar integração entre serviços
Getty Images
Google altera termos de uso para contemplar integração entre serviços
As principais mudanças dizem respeito a como o Google tratará as contas dos usuários, únicas para acessar todos os serviços. A partir de agora, a empresa poderá combinar dados fornecidos pelos mesmos usuários em serviços distintos da empresa pela primeira vez.

Esta mudança contempla, principalmente, a recente integração da busca do Google com a rede social Google+ , que agora mostra resultados relevantes para o usuário na rede social, ao lado dos resultados de busca tradicionais.

A empresa também deixou claro, na mensagem publicada no site oficial, que além de usar informações do usuário fornecidas por meio de diferentes serviços para melhorar a experiência (prover resultados de busca personalizados, por exemplo), os dados também serão usados para mostrar anúncios mais relevantes para o perfil do usuário. "Também reescrevemos nossa política de privacidade para que ela fique mais fácil de ler", diz Alma Whitten, diretora de privacidade do Google, no blog. A última revisão da política de privacidade do Google aconteceu em outubro de 2011.

Regras genéricas

Os novos termos de uso, já disponíveis para consulta em português , apresentam um texto bastante diferente dos termos atualmente em vigor. Além de não contemplar termos jurídicos, os assuntos são tratados de maneira genérica, ou seja, que se aplicam para todos os serviços disponíveis. Contudo, o usuário encontra mais dificuldade em entender questões específicas relativas aos produtos oferecidos pelo Google.

Caso o usuário do serviço continue a usar os serviços do Google após a data em que o novo texto entra em vigor estará, automaticamente, de acordo com a nova versão dos termos de uso. Se não concordar com os novos termos de uso, não há como discordar dos termos e a única forma de não se submeter é excluir sua conta do Google e parar de usar todos os serviços.

Poucos leem termos de uso

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Internet (Abranet), a maioria dos internautas não lê os termos de uso de serviços antes de se cadastrar. A leitura dos termos é necessária para que o usuário entenda de que maneira a empresa pode usar suas informações. Entre os pontos mais importantes a observar, segundo a associação, está o tempo máximo que a empresa pode armazenar dados pessoais ou de navegação do usuário e também como ela usa os dados para direcionar publicidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.