Rede social do Google tem interface similar a de outros sites do gênero

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=tecnologia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597101976547&_c_=MiGComponente_C

O Google anunciou na última terça-feira (28/06) o serviço Google+ . Mais recente iniciativa da empresa na área de redes sociais, o Google+ é considerado uma tentativa do Google de concorrer com o Facebook. O iG teve acesso ao serviço, ainda limitado apenas para quem tem convite. A seguir você confere as novidades do Google+.

Interface

A interface do Google+ é similar à do Facebook, porém mais "limpa". Isso pode ser explicado em parte pela falta de recursos mais avançados presentes no Facebook, como aplicativos, páginas de fãs (fan pages) e grupos de discussão.

Outra possível explicação para o visual clean do Google+ está no chefe de design do projeto, Andy Herzfeld. Ele é famoso por seu trabalho na Apple durante os anos 1980, onde chefiou a divisão de interface visual dos computadores Macintosh. 

Tela Principal

A tela principal do Google+ é bem similar à do Facebook. A área central é ocupada por uma lista com as atividades mais recentes dos contatos e botões para curtir (no caso do Google+ esse botão é um +1), comentar e compartilhar cada atualização.

Reprodução
Tela Principal: Filtros para atualizações de contatos
Tela Principal: Filtros para atualizações de contatos

Do lado esquerdo, botões permitem filtrar a lista de atualizações por amigos, família, conhecidos e contatos seguidos. Assim, o usuário pode rapidamente optar por ver apenas atualizações de contatos de um determinado grupo.

Fotos

A área de fotos exibe as imagens mais recentes publicadas por seus contatos. Quando se clica em uma delas, a foto é aberta em uma interface de galeria de imagens, com tamanho maior, miniaturas das outras fotos na parte inferior da tela e área para comentários na parte direita.

Reprodução
Fotos: últimas imagens publicadas pelos contatos
Fotos: últimas imagens publicadas pelos contatos

Circles

Esse recurso é a maior diferença de interface entre o Google+ e o Facebook. O Google+ usa a metáfora de círculos para a criação de grupos de amigos. A área Circles indica possíveis contatos e mostra os atuais círculos do usuário (por padrão há círculos para amigos, família, conhecidos e para usuários seguidos).

Reprodução
Circles: círculos agrupam contatos
Circles: círculos agrupam contatos

Basta arrastar um contato para um círculo para adicioná-lo ao grupo. Um mesmo contato pode estar em mais de um círculo, e o usuário pode criar círculos próprios para outros tipos de contato.

Sparks

O recurso Sparks é útil para acompanhar algum assunto de interesse. Ele cria uma lista automática com o conteúdo mais recente publicado sobre o assunto desejado pelo usuário. Para usar o Sparks, o internauta digita na caixa de busca do recurso o termo desejado, por exemplo, "futebol", e clica no botão Add Interest.

Reprodução
Sparks: lista automática sobre assuntos de interesse
Sparks: lista automática sobre assuntos de interesse

A partir desse momento, um link para o assunto "futebol" é criado na tela inicial do Google+. Quando clicado, esse link mostra os itens mais recentes sobre futebol, incluindo notícias do Google News e itens compartilhados no Google+.

Hangout

Uma das maiores apostas do Google+ é o Hangout, recurso que permite realizar videoconferências com até dez pessoas. O recurso muda a câmera ativa automaticamente para o usuário que está falando.

Conclusão

Diferentemente do enigmático e falecido Wave , o Google+ tem visual e recursos familiares para usuários de redes sociais. No momento, é um serviço mais simples e, em algumas áreas, mais intuitivo do que o Facebook.

Entretanto, como qualquer serviço baseado em interação social, o maior desafio do Google+ será atrair novos usuários e convencê-los a abandonar outras redes. A força da marca Google e o fator de novidade devem, inicialmente, gerar um crescimento rápido da nova rede, principalmente entre o público de "early adopters". O mais difícil, porém, será convencer o público médio a adotar uma nova rede que não traz nenhum diferencial significativo em relação aos concorrentes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.