Empresa estaria em negociação com grandes gravadoras para lançar mundialmente o Google Music

Andy Rubin, do Google, apresentou o Android 4.0 nesta semana em Hong Kong
Getty Images
Andy Rubin, do Google, apresentou o Android 4.0 nesta semana em Hong Kong
O lançamento do serviço de música do Google, chamado Google Music, pode estar próximo, de acordo com fontes do jornal britânico The Guardian . Em beta desde maio apenas para usuários de aparelhos com sistema operacional Android, o serviço permite guardar músicas em servidores que podem ser acessados pela web de qualquer lugar do mundo.

De acordo com informações do jornal, o Google teria fechado parcerias com a gravadora EMI e estaria em sérias conversas com a Universal. A Sony Music e Warner Music também estariam negociando contratos globais com o Google, mas não há confirmação se elas participarão. Juntas, EMI e Universal detém direitos sobre um terço de todas as músicas produzidas no mundo.

Segundo entrevista de Andy Rubin, vice-presidente de desenvolvimento do Android, em Hong Kong, durante o lançamento do Android 4.0 , o Google "está perto de lançar" o Google Music e acrescentou que o serviço terá integração com a ferramenta de busca do Google. "Não vamos só vender músicas por US$ 0,99", disse ao jornal. O executivo não confirmou a data de lançamento do serviço.

Rival do iTunes Match

Ao ser lançado, o Google Music concorrerá com o serviço de backup de arquivos em nuvem da Apple, o iCloud . O serviço da fabricante do iPhone possui o recurso iTunes Match que analisa a biblioteca de músicas do usuário armazenada no iTunes - desde que tenha sido adquirida por meio da loja - e cria uma cópia das músicas na nuvem. Assim, o usuário pode acessar sua biblioteca de qualquer lugar e por meio de qualquer dispositivo móvel da Apple.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.