Caso os programadores não usarem o Google Wallet, os aplicativos podem ser removidos do Android Market

SAN FRANCISCO - O Google vem pressionando os programadores de aplicativos e jogos para aparelhos móveis a utilizar seu serviço de pagamentos, o Google Wallet, que acarreta custo mais alto para eles, como parte de seus esforços para emular o sucesso financeiro da plataforma iOS, da Apple.

Leia mais:
Conheça o Google Wallet, serviço de pagamento via celular
Google lança pagamento por meio de celular nos Estados Unidos

Google Wallet permite pagamentos por meio de celular
NYT
Google Wallet permite pagamentos por meio de celular
O Google informou diversos criadores de aplicativos, nos últimos meses, de que se continuassem a utilizar outros métodos de pagamento -tais como PayPal, Zong e Boku-, seus programas seriam removidos do Android Market, agora conhecido com Google Play, de acordo com programadores, executivos e investidores dos setores de jogos móveis e pagamentos online.

Os programadores dizem que o gigante das buscas na Internet está tentando simplificar os pagamentos feitos por consumidores, esperando que isso resulte em aumento das vendas de aplicativos, compensando assim os custos mais elevados. O serviço de pagamentos do Google cobra uma comissão mais alta por transação do que alguns de seus rivais.

Mas a decisão também sugere que o Google está utilizando sua posição de força no mercado de aplicativos móveis para promover o uso de seu serviço.

"Ainda que a decisão do Google possa parecer arbitrária, ela reduz a fricção nas compras de aplicativos Android e portanto confere mais valor aos usuários", disse Hugo Troche, presidente-executivo da Appsperse, uma rede de promoção cruzada de aplicativos. Um porta-voz do Google não quis comentar o assunto na quinta-feira.

O Android Market, ou Google Play como agora é conhecido, é a resposta da empresa às lojas de aplicativos da Apple, na qual os consumidores procuram e compram ou baixam toda forma de conteúdo, de música e jogos a aplicativos e programas. O Google quer que o Google Wallet se torne o meio dominante de pagamentos em sua plataforma.

Em e-mail enviado a um criador de aplicativos em agosto, o Google disse que ele tinha 30 dias para cumprir a instrução ou seus aplicativos seriam "suspensos" do Android Market. A Reuters obteve uma cópia do e-mail esta semana.

"Eles informaram aos programadores que, caso utilizassem outros serviços de pagamento, estariam violando os termos de uso", disse Si Shen, fundadora e presidente-executiva da Papaya, uma rede de jogos sociais para a plataforma Android. "Quer isso seja certo ou errado, temos de seguir as regras".

Por Alistair Barr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.