As localidades que os carros irão percorrer não foram reveladas, assim como a data em que o serviço irá começar

Por Fernanda Morales

Oficiais israelenses aprovaram nesta semana o requerimento feito pela Google para que seu serviço Google Street View operasse no país.

A Autoridade Israelense de Informação e Tecnologia (ILITA) não deu detalhes sobre as localidades que os carros deverão percorrer e nem quando deverão iniciar suas atividades, mas os oficiais afirmaram que a Google deverá sinalizar de forma clara e nítida seus carros do Street View.

De acordo com o PCMag , mais um dos pedidos das autoridades é que a Google crie um sistema que permita que os cidadãos peçam que suas casas e outras imagens sejam destorcidas. A Google automaticamente obscurece rostos e placas de automóveis em suas imagens.

“Como regulador de privacidade israelense, posso afirmar que ao fim desse processo a ILITA pode dar as boas vindas ao lançamento do serviço Google Street View em Israel”, afirmou Yoram Hacohen, chefe da ILITA, em pronunciamento oficial .

Segundo o TGDaily , as autoridades também exigiram que qualquer cidadão que queira processar a Google por abusos no serviço poderá fazê-lo na corte israelense mesmo que a sede da empresa não seja no país.

Hacohen afirma que os critérios estabelecidos para autorizar o serviço no país visam à segurança e a privacidade dos cidadãos israelenses e que está muito feliz, pois a empresa aceitou todas as medidas e estará pronta para fazer um ótimo trabalho no país.

A Google não revelou se o serviço irá cobrir os territórios palestinos e as áreas de ocupação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.