Google afirma que medida vai contra liberdade de expressão; decisão será toma

Por Guilherme Abati

O governo espanhol ordenou que a Google excluísse de seus sistemas de busca as informações de 90 cidadãos espanhóis.

Depois da ordem, de acordo com o jornal The New York Times, a Google veio a público e disse que impedir que alguns dados das buscas realizadas a partir de seu site sejam localizados teria um efeito negativo sobre a liberdade de expressão.

As informações que o governo deseja ver excluídas das buscas dizem respeito a 90 indivíduos que apresentaram reclamações junto à Agência de Proteção de Dados do país, de acordo com informações do site The Register .

Uma espanhola, uma das reclamantes, vítima de violência doméstica, descobriu recentemente que seu endereço podia ser facilmente encontrado através de uma rápida busca no Google e quis ter tais informações imediatamente excluídas da internet, conforme informa o New York Times.

No país europeu, esse não é o único caso de publicação de informações individuais em grandes veículos de comunicação. O site de um tradicional jornal ligado ao governo contém informações sobre diversos cidadãos, e estão disponíveis a qualquer um que queira procurá-las.

A questão sobre a exclusão dos dados cabe agora à justiça espanhola.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.