Os próprios interessados devem propor o tema das palestras

Por Henrique Cesar Ulbrich

Já pensou acampar por alguns dias com dezenas de hackers – de programação, de eletrônica, de redes e até mesmo aqueles que invadem computadores – e aprender com eles? O Garoa Hacker Clube, um hackerspace da cidade de São Paulo, está promovendo um acampamento aberto a todos os interessados: o Garoa Hacker Camp.

Durante o acampamento além da integração e troca de idéias entre os participantes, serão apresentadas palestras e oficinas sobre os mais diversos temas tecnológicos, que podem versar sobre programação, eletrônica, fotografia, segurança, música, marcenaria. A lista é virtualmente interminável, já que na verdade os próprios participantes devem propor os temas.

Dentre as oficinas e palestras já propostas constam um oficina de Cloud Computing, outra de automação de infra estrutura de TI com Puppet e Linux e uma “experimentação barulhenta com algoritmos, bits e kaoss”, chamada de One Line Kaoss Symphonies, pilotada pelo hacker e multi instrumentista Bruno Gola. Apesar de propostas, essas oficinas podem mudar se outros temas mais populares forem votados.

Qualquer um (mesmo que não vá ao acampamento) pode sugerir oficinas e palestras pelo Wiki do projeto, neste link . Não é preciso ser sócio ou frequentador do Garoa para participar do acampamento: qualquer interessado, com ou sem conhecimento técnico, é bem vindo.

Mais informações sobre o acampamento, o que inclui preços (entre R$ 133 e R$ 170 para os dois dias) e orientações sobre o que levar, podem ser obtidas no site oficial do evento .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.