Grupo Anonymous divulgou a conversa na internet

Uma conversa sigilosa entre agentes do FBI e da polícia britânica foi gravada pelas pessoas que eram o assunto da ligação.

Hackers do Anonymous publicaram uma gravação de uma conversa de cerca de 15 minutos. Aparentemente o assunto da conferência entre os agentes era a perseguição e captura dos hackers.

O FBI afirmou que a informação "era apenas para policiais e foi obtida de modo ilegal".

"Uma investigação está em curso para identificar e punir os responsáveis", o órgão afirmou em um comunicado.

Não está claro como os hackers acessaram a gravação, que parece ter sido editada para ocultar os nomes de alguns dos suspeitos.

"O FBI pode estar curioso em saber como nós, já há algum tempo, monitoramos suas comunicações internas", ironizou o Anonymous em mensagem no Twitter.

Brecha em e-mail

O material divulgado pelo Anonymous contém também um e-mail supostamente enviado por um agente do FBI para agências de segurança internacionais. Ele convoca esses órgãos a se unir ao conference call para "discutir as investigações relacionadas ao Anonymous e outros grupos". O e-mail continha um número de telefone e uma senha para acessar a conferência.

O e-mail foi enviado a órgãos de segurança do Reino Unido, Irlanda, Holanda, Suécia e França, mas somente oficiais americanos e britânicos são ouvidos na gravação.

Graham Cluley, especialista em segurança da Sophos, afirmou que os hackers conseguiram gravar a conversa porque tinham acesso ao e-mail de um dos investigadores.

Um e-mail enviado pela AP para o agente do FBI que enviou a mensagem original não foi respondido. Um dos agentes britânicos encaminhou as perguntas ao setor de imprensa da Scotland Yard, que prepara uma resposta oficial.

Os oficiais que falam na gravação conversam sobre qual estratégia legal tomar contra os hackers Ryan Cleary e Jake Davis, dois suspeitos ingleses ligados ao Anonymous, e discutem detalhes das provas coletadas contra outros suspeitos.

Karen Todner, advogada de Cleary, disse que a gravação pode conter informações delicadas e avisou que esse tipo de brecha pode comprometer o trabalho da polícia.

"Se eles não protegeram seu e-mail, isso pode prejudicar a investigação", ela disse à AP.

O Anonymous é um grupo descentralizado de ativistas e hackers que já atacaram a indústria da música e empresas do setor financeiro.

Após prisões em diversos países, o Anonymous e outros grupos de hackers têm voltado sua atenção para órgãos de segurança, em especial o FBI.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.