Amazon, Research in Motion (RIM), IBM, Oracle e Intel podem estar interessadas em comprar a plataforma

NOVA YORK/SAN FRANCISCO - A Hewlett-Packard (HP) estuda vender a plataforma móvel de software WebOS, desenvolvida originalmente pela Palm, em um acordo que pode gerar centenas de milhões de dólares, ainda assim ficando abaixo dos US$ 1,2 bilhão pagos pelo programa no ano passado, informaram quatro fontes próximas do assunto.

Tablet TouchPad, o primeiro com WebOS, fracassou nas vendas e produção foi cancelada
Getty Images
Tablet TouchPad, o primeiro com WebOS, fracassou nas vendas e produção foi cancelada
A HP, que tem o Bank of America Merrill Lynch como consultor, está tentando descobrir como pode compensar seu investimento na Palm, visto por muitos analistas e investidores com uma custosa tentativa inicial de entrar no mercado de smartphones e que ainda não compensou.

Diversas companhias de tecnologia expressaram interesse em comprar a divisão, considerada atrativa pelas patentes que detém, disseram as fontes.

Amazon.com, Research In Motion (RIM), IBM, Oracle e Intel são companhias que devem se interessar pelo ativo, segundo fontes do setor.

O futuro da unidade, adquirida quando a HP comprou a Palm em 2010, estava em risco depois que a companhia decidiu encerrar a produção de seu tablet TouchPad , que utilizava o sistema operacional WebOS, devido às fracas vendas do dispositivo.

Um porta-voz da HP disse que a companhia está "explorando maneiras de otimizar o software WebOS", e não quis fazer mais comentários.

A HP ainda está analisando o futuro do programa operacional, incluindo a possibilidade de construir um novo tablet que utilize este software, disse a presidente-executiva da empresa, Meg Whitman, em uma entrevista recente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.