Outros estudos, no entanto, confirmam liderança da Apple até 2015, quando Android deve ganhar maior participação de mercado

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=tecnologia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597125135791&_c_=MiGComponente_C

O iPad, tablet fabricado pela Apple, deve terminar 2011 com 85% de participação no mercado mundial de tablets e, segundo Charlie Wolf, analista da consultoria Needham, é provável que a Apple domine o mercado de tablets durante a próxima década.

>> Vídeo: iPad 2 x Motorola Xoom

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter

Segundo a previsão de Wolf, apesar de reduzir sua fatia do mercado nos próximos anos, em 2020, o iPad ainda representará 60% das vendas. Isso representará cerca de 139 milhões de unidades do aparelho, se as vendas continuarem crescendo no ritmo atual. Wolf prevê que a Apple tenha uma base instalada de cerca de 465 milhões de iPad até 2020.

Reprodução
Segundo previões de Wolf, iPad perde mercado, mas se manterá na liderança com mais da metade do mercado de tablets em 2020

O preço do tablet, em dólares, também deve cair, devido ao ganho de escala de produção. Hoje, o iPad 2, segunda versão do tablet, custa US$ 599 no mercado americano e, para Wolf, este valor deve cair para US$ 377 - o que representa uma redução de preço de 5% ao ano.

iPad vencerá pelo custo

Em entrevista ao site All Things Digital , vinculado ao jornal The Wall Street Journal, Wolf afirmou que outros tablets que chegaram recentemente ao mercado, como o Xoom (Motorola) e o PlayBook (BlackBerry), não conseguiram atrair os consumidores. "Os novos tablets tendem a roubar participação de mercado uns dos outros do que do iPad", diz Wolf.

Um dos motivos apontados por Wolf é o preço. Nenhum dos fabricantes que lançaram tablets recentemente, apesar de alguns usarem o sistema operacional Android que é gratuito, conseguiram vender os produtos em um preço inferior ao do iPad. Outro problema, segundo ele, é a falta de aplicativos desenvolvidos para tablets nas lojas dos concorrentes, enquanto a App Store já oferece cerca de 100 mil.

Estudos comprovam domínio da Apple até 2015

Outro estudo, realizado pela consultoria Informa Telecoms & Media divulgado recentemente, aponta que a Apple se manterá soberana no mercado de tablets até 2015 . Depois, porém, os tablets com o sistema operacional Android devem assumir a liderança da categoria de produtos.

Segundo os analistas da Informa, a Apple deve vender em 2011 cerca de 20 milhões de unidades do tablet e, em 2015, terá uma base instalada de 230 milhões de unidades em todo o mundo.

A consultoria Gartner também divulgou previsão de que a Apple mantenha a liderança do mercado até 2015, com 47% das vendas. Os tablets com o sistema operacional Android, no entanto, estarão logo atrás, com 38% do mercado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.