Atualização do sistema Android, segundo empresa, terá melhorias na navegação e incluirá controles de privacidade

Kindle Fire terá atualização de software em breve
Getty Images
Kindle Fire terá atualização de software em breve
O tablet Kindle Fire está enfrentando críticas severas nos Estados Unidos. Muitos dos primeiros compradores ficaram insatisfeitos com a qualidade do produto e estão devolvendo o produto para a Amazon, segundo relata o jornal The New York Times .

Os usuários reclamam que o aparelho não possui controle externo de volume, o botão que o desliga pode ser apertado sem querer, o navegador demora muito para carregar páginas de web e ele não pode ser bloqueado com senha.

"Eu sinto que o Kindle Fire vai fracassar. Não posso recomendar que as pessoas comprem este tablet", disse Jakob Nielsen, da consultoria Nielsen, na semana passada.

Apesar de a Amazon dizer que o tablet é o produto de maior sucesso na história da empresa, ainda não divulgou nenhum número oficial de vendas do aparelho. Apesar disso, alguns analistas estimam que a empresa esteja vendendo cerca de 25 mil tablets por dia e venderá entre 3 e 5 milhões de unidades até o final do trimestre.

Para se defender das críticas, a Amazon afirmou que o aparelho receberá uma atualização de software em breve. "Em menos de duas semanas enviaremos uma atualização automática pela internet para o Kindle Fire", disse um porta-voz da Amazon.

Segundo a empresa, a atualização do software, uma versão do Android, do Google, conterá melhorias de desempenho de software e na capacidade multi-toque e os clientes poderão excluir tarefas que fizeram recentemente, de modo a manter sua privacidade. A Amazon não comentou, no entanto, quando lançará uma nova versão do Kindle Fire.

Segundo o jornal, cerca de um terço das pessoas que escreveram sua opinião sobre o Kindle Fire no site da Amazon criticaram o tablet. No caso do iPad, tablet da Apple, cerca de 22% das pessoas que opinaram por meio do site classificaram o tablet como uma má escolha. Para o e-reader Kindle, um dos produtos de maior sucesso da Amazon, a taxa de rejeição é de apenas 11%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.