De forma autônoma, os robôs se organizam para melhor realizar tarefas coletivas


Por Daniel Pavani

O Laboratório de Sistemas Inteligentes e Robótica da Georgia (GRITS), nos Estados Unidos, criou um conjunto de robôs autônomos que, mesmo sem se comunicarem uns com os outros, conseguem realizar tarefas de equipe, como formar uma fila ou uma plataforma para o pouso de um quadricóptero.



A parte mais legal disso tudo, assim como destaca o site PopSci é que os robôs não se comunicam uns com os outros, apenas seguindo as ordens do robô líder. Quando o robô os manda fazer uma formação em linha por exemplo, eles não se comunicam uns com os outros para descobrir como irão fazer isso, mas apenas sabendo a posição relativa dos outros robôs, eles tomam suas próprias decisões a fim de que a tarefa seja feita com sucesso.

Basicamente, cada robô é capaz de pensar individualmente a melhor posição que deve tomar para que uma tarefa coletiva seja realizada com eficiência. Um vídeo no YouTube deixa ainda mais claro essa eficiência e a precisão dos robôs.

A montagem da plataforma de pouso para o quadricóptero é apenas uma das formações possíveis dos robozinhos, e o aluno de graduação do GRITS, Ted Macdonald, conta mais em seu blog sobre suas aplicações.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.