Aplicativos serão vendidos com preços a partir de R$ 2,70 e Microsoft ficará com 30% da receita

Interface da Windows Store é baseada no Windows 8
Divulgação
Interface da Windows Store é baseada no Windows 8
A Microsoft divulgou em evento realizado nos EUA que lançará a Windows Store, loja de aplicativos do sistema operacional Windows 8 , em fevereiro de 2012. Segundo o site The Verge , os desenvolvedores que criarem aplicativos para a plataforma poderão cobrar preços entre US$ 1,49 (R$ 2,70) até US$ 999 (R$ 1.800).

A versão final do Windows 8 só deve chegar no segundo semestre do ano que vem. Mas a loja poderá ser usada por desenvolvedores que quiserem testar seus aplicativos e por quem baixar a versão beta do Windows 8, também prevista para fevereiro, assim como a loja.

A empresa esclareceu que ficará com 30% das receitas, mas esta taxa será reduzida para 20%, caso o aplicativo alcance US$ 25 mil (R$ 45 mil) em vendas. A taxa cobrada aos desenvolvedores pela Microsoft fica entre o valor usualmente cobrado pelos concorrentes: o Google cobra 10% das vendas dos aplicativos no Android, já a Apple, 30% a cada venda de aplicativo por meio da App Store.

A loja de aplicativos da Microsoft também oferecerá aplicativos gratuitos e, para vender aplicativos por meio da loja, o desenvolvedor terá que pagar uma taxa de US$ 50 (R$ 90). A Windows Store terá o mesmo visual da interface Metro , que mostra os aplicativos em grupos retangulares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.