Grupo de hackers chineses divulgaram nomes de usuários e senhas encontrados no site

NOVA DÉLI - O site de varejo da Microsoft na Índia foi tirado do ar nesta segunda-feira após ter sido invadido por hackers, com o grupo chinês Evil Shadow publicando imagens retocadas que, segundo eles, constituíam nomes de usuários e senhas não-encriptadas encontrados no site.

Leia mais:
Salas de reunião são vulneráveis a hackers
Hackers interceptam ligação entre FBI e Scotland Yard

Loja online da Microsoft na Índia está indisponível
Reprodução
Loja online da Microsoft na Índia está indisponível
"A Microsoft está investigando uma violação limitada à loja online da companhia na Índia", disse uma porta-voz da empresa em comunicado por e-mail. "Os clientes da loja já foram orientados sobre a questão e aconselhados com ações imediatas. Estamos trabalhando para remediar a questão e manter nossos clientes protegidos", segundo o comunicado.

No começo da manhã desta segunda-feira, o site da empresa na Índia mostrava uma mensagem de erro, prometendo restaurar o acesso assim que possível. Os hackers escureceram -impedindo a completa visualização- os nomes de usuários e senhas postados em um blog gerenciado pelo membro do Evil Shadow 7z1. Em mandarim, 7z1 se descreve como um "patriota". O hacker disse à Reuters que os dados haviam sido encontrados no site sem proteção de criptografia.

(Por Frank Jack Daniel; reportagem adicional de Melanie Lee em Xangai)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.