Segundo Gartner, poucos fabricantes anunciaram tablets este ano, porque estão à espera do Windows 8

iPad continuará sendo o tablet mais vendido, pelo menos até 2016, diz Gartner
Reuters
iPad continuará sendo o tablet mais vendido, pelo menos até 2016, diz Gartner
As vendas de tablets em todo o mundo devem chegar a 118,9 milhões de unidades até o final de 2012, quase o dobro do total vendido no ano passado (60 milhões de unidades), de acordo com novo estudo da consultoria Gartner.

O iPad , da Apple, deve continuar a representar a maior parte das vendas no período - a Apple deve terminar o ano com 61,4% do mercado.

LEIA TAMBÉM:
12 opções de tablets que chegam em breve

De acordo com o Gartner, a Apple deve vender 72,9 milhões de iPad durante o ano de 2012. O número representa pouco menos que o dobro do total de unidades de tablets com Android, sistema operacional do Google, que devem ser vendidos no período (37,8 milhões de unidades). Segundo a estimativa do Gartner, tanto a Apple como o Google devem vender o dobro de tablets, considerando os números do ano passado.

Ao contrário do mercado de smartphones , onde o Android já é o sistema mais popular em todo o mundo, o Gartner estima que a Apple deve dominar o mercado pelo menos até 2016,  quando a empresa venderá cerca de 169 milhões de tables. O Android continuará em segundo lugar neste ano, com 137,6 milhões de unidades vendidas. Segundo o Gartner, um dos problemas que atrapalham o crescimento nas vendas de tablets com Android é a falta de aplicativos desenvolvidos especificamente para este tipo de dispositivo.

Tablets com Windows se manterão em terceiro lugar em vendas
Divulgação
Tablets com Windows se manterão em terceiro lugar em vendas
A novidade deste ano será a chegada do Windows 8 , nova versão do sistema operacional da Microsoft, que também funcionará em tablets. Apesar do lançamento estar programado para o final de 2012, o Gartner acredita que o sistema da Microsoft estará em 4,8 milhões de tablets vendidos ainda este ano.

"Poucos tablets foram anunciados no início deste ano, porque alguns fabricantes estão aguardando o lançamento do Windows 8 e tentarão investir em duas plataformas", diz Carolina MIlanesi, vice-presidente de pesquisas do Gartner.

Por conta da demora em oferecer uma versão do sistema para tablets, a Microsoft deve continuar com o terceiro lugar em participação de mercado, pelo menos pelos próximos quatro anos. As vendas de tablets com Windows 8 devem chegar a 14,5 milhões de unidades, em 2013, e em 43,6 milhões, em 2016.

Isso representará apenas 11,8% do mercado de tablets em 2016. Apple e Google terão 45,9% e 37,2% do mercado, respectivamente. "O Windows 8 será um sistema para tablets mais usados por pessoas nas empresas, do que um sistema operacional atraente para consumidores finais", diz Carolina.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.