Motorola é acusada de tentar barrar a venda de computadores com Windows e outros produtos

BRUXELAS - A Microsoft pediu às autoridades antitruste da União Europeia que investigassem a Motorola Mobility, a que acusou de tentar barrar a venda de computadores com Windows, de consoles do Xbox e de outros produtos.

Leia mais:
EUA e UE aprovam compra da Motorola Mobility pelo Google

“Compramos a Motorola para proteger o Android”, diz CEO do Google

"Nesta quarta-feira, a Microsoft entrou com processo de concorrência na Comissão Europeia contra a Motorola Mobility", disse o advogado-geral interino da fabricante de softwares, Dave Heiner. "Tomamos essa medida porque a Motorola está tentando impedir a venda dos computadores com Windows, de consoles do Xbox e de outros produtos", acrescentou.

Na semana passada, a CE e o Departamento de Justiça dos EUA autorizaram o Google a comprar a Motorola Mobility por US$ 12,5 bilhões.

(Reportagem de Foo Yun Chee)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.