Com acordos com mais de 10 empresas, empresa passa a receber porcentagem sobre 53% dos aparelhos com Android vendidos nos EUA

A Microsoft anunciou hoje que firmou o décimo acordo sobre violações de patentes com fabricantes que adotam o Android , sistema operacional desenvolvido pelo Google. O acordo anunciado hoje é com a Compal, empresa sediada em Taiwan (Coreia do Sul) e fabrica celulares e tablets para diversas marcas. A empresa tem receita anual de US$ 28 bilhões.

Fabricantes de smartphones e tablets que já fizeram acordos com Microsoft representam 55% do mercado americano
Reprodução
Fabricantes de smartphones e tablets que já fizeram acordos com Microsoft representam 55% do mercado americano
"Mais importante do que ser o décimo, o acordo de hoje significa que as empresas que fabricam mais da metade dos dispositivos com Android fizeram acordos de patentes com a Microsoft", diz Brad Smith, vice-presidente executivo da Microsoft, e Horacio Gutierrez, vice-presidente corporativo da Microsoft. Com os acordos, os fabricantes pagam uma porcentagem sobre as vendas de cada smartphone, tablet ou qualquer outro dispositivo com Android.

Em seu blog, a Microsoft divulgou uma lista das empresas que já fizeram acordos de patentes em relação ao Android, entre elas Acer , HTC e Samsung , a maior fabricante de aparelhos com Android em volume. Juntas, as três fabricantes de aparelhos com Android representam 53% do mercado de smartphones nos Estados Unidos.

A empresa aproveitou o comunicado para enviar um recado para o Google: "Para aqueles que continuam reclamando que as questões de patentes na área de smartphones são muito difíceis de gerenciar, já passou o tempo de acordar." Segundo eles, os recentes acordos com fabricantes que adotaram o Android mostram que "as empresas estão fazendo o melhor para suas necessidades, mas também para as necessidades das outras empresas." Em agosto, o Google acusou a Microsoft de usar suas patentes para prejudicar o Android .

Patentes renderam US$ 4,5 bilhões à Microsoft em 10 anos

A lista também mostra as empresas que a Microsoft está processando para receber o pagamento pelo uso de suas patentes por outros motivos, algumas delas pelo uso do Android, mas outras por motivos diversos. Entre elas estão Apple, Barnes&Noble (a fabricante do e-reader Nook), Foxconn (empresa que fabrica o iPhone e o iPad para a Apple), Google e Motorola Mobility.

Segundo os executivos da Microsoft, a empresa já recebeu mais de US$ 4,5 bilhões em pagamentos pelo uso de patentes nos últimos 10 anos. Neste mesmo período, a empresa já entrou com mais de mil processos relacionados a violação de suas patentes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.