Empresa está incentivando a migração do XP para o Windows 7

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=tecnologia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597102025687&_c_=MiGComponente_C

Los Angeles, EUA - A vice-presidente de marketing do Windows, Tami Reller, anunciou nesta segunda-feira que a Microsoft revelará detalhes do novo sistema operacional Windows 8 na conferência Build para desenvolvedores de software que acontecerá em setembro em Anaheim, na Califórnia.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter

Durante a Conferência Mundial de Sócios da Microsoft, a executiva repassou as características já apresentadas do Windows 8 e incentivou as empresas que ainda operam com Windows XP a migrarem para o sistema mais atual, Windows 7.

Tanto Reller como Steve Ballmer, executivo-chefe da Microsoft, afirmaram que a próxima versão do sistema operacional da Microsoft será compatível com todos os computadores. "É para as centenas de milhões de PC que existem hoje e para os do futuro", disse Reller, confirmando que requererá as mesmas especificações técnicas ou menos que o Windows 7.

Em maio, Ballmer antecipou que o Windows 8 seria lançado em 2012, apesar de posteriormente a Microsoft negar que haja uma data oficial para o lançamento do produto.

Até o momento, a companhia informática confirmou que seu novo sistema operacional será uma remodelação do Windows e passará ser construído sobre a tecnologia System on a Chip (SoC), responsável pelo florescimento dos tablets e dos smartphones, mercados nos quais o Google e a Apple superam a Microsoft.

O sistema está em seus "ciclos mais adiantados" de desenvolvimento, disse Reller, insistindo que o Windows 8 foi desenvolvido para ter um rendimento "excelente" no manejo da tela táctil e funcionará igualmente com teclado ou mouse.

Além do sistema operacional, Ballmer falou sobre a situação da empresa durante o último ano, que qualificou de "fenomenal" apesar da situação econômica.

Um período no qual a Microsoft comprou Skype, cujo serviço será integrado aos produtos existentes da companhia e conviverá com o Lync, software usado por 70% das 500 maiores empresas americanas listadas pela revista "Fortune", segundo disse Ballmer.

O executivo declarou que o Windows Phone conta com 20 mil aplicativos atualmente desenvolvidos em seus oito meses de vida, um forte crescimento de software para o ambiente móvel da Microsoft, que deverá aumentar ainda mais com a expansão do sistema a partir do final do ano com sua instalação nos telefones da Nokia.

A Microsoft deve lançar o Windows Phone oficialmente nos próximos 12 ou 18 meses no Brasil, Chile, Colômbia e Argentina, de acordo com o diretor de comunicações da empresa para a América Latina, Víctor Aimi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.