Estande da RIM traz soluções corporativas e promove smartphones e tablet Playbook

Criados no fim dos anos 1990 pela RIM, os celulares da linha BlackBerry rapidamente se tornaram companheiros inseparáveis de executivos e funcionários de grandes empresas. Além de ótimos recursos para enviar e receber e-mails, os aparelhos fazem sucesso no ambiente corporativo devido a recursos de segurança, como criptografia na transmissão de dados e integração com aplicações de empresas.

LEIA TAMBÉM:
Confira a cobertura completa do Mobile World Congress 2012
Nokia lança celular que tira fotos com 38 megapixels

Estande da Research in Motion (RIM), fabricante do BlackBerry, no MWC traz poucas novidades
ig
Estande da Research in Motion (RIM), fabricante do BlackBerry, no MWC traz poucas novidades

Entretanto, de alguns anos para cá, a RIM também tem se esforçado para popularizar seus aparelhos entre consumidores finais. Esse movimento é uma tentativa de responder às novas demandas dos fãs de tecnologia, surgidas após o lançamento do iPhone.

O atual desafio dos aparelhos BlackBerry de agradar aos públicos corporativo e individual é refletido no estande da empresa no Mobile World Congress, evento de tecnologia móvel que ocorre em Barcelona até quinta-feira (1). Metade do estande é dedicada a mostrar soluções corporativas e projetos em conjunto com operadoras de telefonia. A outra metade é exibe os aparelhos da empresa e serviços voltados para o usuário final, como o BB Music.

A RIM não fez nenhum anúncio de impacto na MWC 2012. Os aparelhos exibidos no estande usam o sistema BlackBerry OS 7. Esse sistema deve ser superado em breve pelo BlackBerry OS 10 , que, segundo a empresa, deve chegar até o fim do ano. O BB10 deveria estar pronto no início deste ano, mas foi adiado. Segundo analistas, dificuldades técnicas estariam atrasando o desenvolvimento do sistema.

Novo sistema tenta salvar o Playbook

A RIM também está demonstrando em seu estande o seu tablet Playbook, agora equipado com uma nova versão do sistema operacional QNX . O Playbook OS 2.0 foi lançado oficialmente há poucos dias e trouxe alguns recursos importantes que haviam ficado de fora da primeira versão, como aplicativos de e-mail e calendário.

Lançado em abril do ano passado, o Playbook recebeu alguns elogios pelo bom hardware, mas foi muito criticado pelo software . Além de originalmente não contar com recursos básicos, como e-mail e calendário, a quantidade de aplicativos era pequena. As vendas do aparelho foram fraquíssimas e prejudicaram as finanças da RIM.

Com o sistema Playbook OS 2.0 a RIM tenta corrigir algumas falhas da versão anterior, deixar
o tablet mais independente dos aparelhos BlackBerry e aumentar a quantidade de aplicativos,
por meio de suporte a alguns aplicativos da plataforma Android .

*O jornalista viajou à Barcelona a convite da Nokia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.