Navegação do serviço foi reformulada

O Google anunciou hoje diversas mudanças no visual e nos recursos de sua rede social, a Google+. As mudanças confirmam o esforço do Google em tentar atrair mais pessoas para sua rede e torná-la um rival de peso para o Facebook. As mudanças começarão a aparecer nos perfis dos usuários nos próximos dias.

Leia também:
Guia completo para usar o Google+
Integrado à busca do Google, rede Google+ ganha força

Navegação do Google+ agora será feita por meio de uma barra lateral
Reprodução
Navegação do Google+ agora será feita por meio de uma barra lateral
As alterações no Google+ se concentram basicamente em três áreas: navegação, conversas e Hangout (ferramenta de conversas por vídeo).

A navegação, que era feita por meio de ícones na parte superior da página, agora terá uma barra na lateral esquerda. Essa barra permtirá que os usuários escondam ícones que não usam e deixem os atalhos na ordem que preferirem. Ela também vai agilizar a publicação de fotos no serviço.

A área de conversas passará a exibir fotos em vídeos em tamanho maior. Também terá recursos melhores para participar de conversas e ver o que já foi publicado.

O Hangouts, recurso de chat com vídeo, ganhará uma seção própria no Google+. A página será atualizada com conversas públicas e transmissões de eventos, entre outras novidades.

Um longo caminho pela frente

Desde que assumiu como CEO, em abril do ano passado, Larry Page elegeu o Google+ como a maior prioridade da empresa. O serviço foi integrado a outras ferramentas do Google, como Reader e Blogger, e também passou a funcionar integrado ao serviço de busca. Em evento para funcionários realizado em janeiro, Page teria deixado claro que quem não concordasse com as novas prioridades da empresa poderia "ir embora" .

O número de usuários do Google+ é motivo de polêmica. Na semana passada, o CEO do Google, Larry Page, afirmou que a rede tinha 100 milhões de usuários . Já o Facebook fechou o ano de 2011 com mais de 800 milhões de usuários ativos, segundo dados da própria empresa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.