iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

11/05 - 22:24hs

Análise: Positivo Mobile Mobo
Pequeno, subnotebook da Positivo Informática deixa pouco a desejar e se sai bem no dia-a-dia, com fôlego suficiente para várias horas de uso.

Rafael Rigues

Ao ver o recém lançado Positivo Mobile Mobo pela primeira vez, a reação unânime é de surpresa: “Que bonitinho, parece um notebook bebê”, disse uma colega de trabalho. E de certa forma é. O Mobo é um representante de uma nova categoria de máquinas que está fazendo sucesso no mercado internacional, os subnotebooks (ou, como a Intel prefere chamar, netbooks).

São máquinas com foco em tamanho e peso reduzidos em vez de poder de processamento: o Mobo pesa 1,1 kg e mede cerca de 24 x 4 x 17 cm (largura, altura e profundidade, considerando a altura na parte mais “grossa”, na traseira). Ele se encaixa melhor como uma segunda máquina, para quem já tem um notebook e quer uma alternativa mais portátil para o dia-a-dia.

Por isso, a configuração é modesta em comparação a um notebook tradicional, baseada em um processador VIA C7-M de 1 GHz com 512 MB de memória. Não há um disco rígido (HD) no sentido tradicional da palavra, em seu lugar o Mobo usa um “disco de estado sólido” (SSD) de apenas 2 GB. Simplificando, é como se ele tivesse um pendrive embutido.O espaço pode ser ampliado com o uso de cartões de memória SD (há um leitor na frente do teclado), HDs externos ou pendrives.

O monitor LCD, de 7 polegadas, tem resolução “widescreen” nativa de 800x480 pixels. Logo acima dele há uma webcam com resolução VGA, que captura boas imagens mesmo em ambientes com pouca luz. Para conexão à internet há um modem 56K, interface de rede Ethernet 10/100 Mbps e interface Wi-Fi 802.11 b/g (11 Mb/s e 54 Mb/s). Também há uma saída VGA, para conexão a monitores externos. Sentiram falta de algo? Exatamente, não há drive de CD ou DVD.

O visual agrada: O Mobo é preto, com bordas e laterais em plástico prata (que dá a impressão de metal e sensação de solidez) e tem tampa com acabamento polido no estilo “Black Piano”, muito bonito mas que acumula impressões digitais com uma facilidade impressionante. Neste ponto, a flanela que acompanha a máquina é bastante útil para deixá-la “um brinco”, pelo menos até você tocar na tampa novamente.

A máquina vem equipada com o sistema operacional Windows XP SP2, conjunto de aplicativos de escritório BrOffice.org 2.0, Discador Positivo (para acesso discado gratuito à internet) e acesso ao Dicionário Aurélio on-line. Tudo isso ocupa pouco mais de 1 GB dos 2 GB de espaço em disco disponíveis, deixando cerca de 945 MB livres para os arquivos do usuário e instalação de novos programas. Faz falta um anti-vírus, como o Kaspersky, incluso em outras máquinas da Positivo mas ausente neste modelo.

O desempenho é suficiente para as tarefas básicas do dia-a-dia, como navegação na internet, edição de textos, e-mail e mensagens instantâneas. Os programas abrem sem muita demora, e mesmo com múltiplos programas abertos ao mesmo tempo (como um navegador, editor de textos e MP3 player) a máquina não “engasgou”. Por padrão, o sistema vem configurado para trabalhar com resolução de 800x600 pixels, “achatando” a imagem para que caiba nos 800x480 pixels do monitor. Isso funciona, porém a imagem fica distorcida (esticada lateralmente) e as fontes pequenas.

O melhor é abolir os truques e trabalhar com a resolução nativa, embora isso signifique abrir mão de um pouco de espaço na tela e a necessidade de repensar alguns hábitos de uso. Para navegar na Internet, por exemplo, o melhor é usar o navegador Opera em modo tela cheia e com zoom de 90% do tamanho original da página. Para editar textos, o melhor é usar o modo tela cheia do BrOffice.org (abra o editor de textos e tecle Ctrl+Shift+J). Configurar a barra de tarefas do Windows para se auto-ocultar também ajuda a economizar espaço na tela.

Apesar do pouco espaço em disco, e processador modesto, o Mobo é perfeitamente capaz de lidar com multimídia. Não tive problemas ao descarregar e redimensionar imagens de uma câmera digital para enviá-las ao Flickr, assistir vídeos no YouTube ou para tocar filmes em DiVX (em tela cheia) ou músicas em MP3 armazenadas em um cartão de memória. Ele só não se deu bem com um sintonizador de TV Digital USB (o PlugTV, da Semp Toshiba): a imagem engasgava constantemente e perdia rapidamente a sincronia com o som.

O teclado (em português, com todos os acentos) tem teclas bem pequenas, e é necessário um tempo até se acostumar. Igualmente pequeno é o Trackpad (substituto do mouse). Quem tem mãos grandes pode preferir plugar um teclado e mouse USB, embora isso vá ocupar as duas portas USB disponíveis na máquina. Uma alternativa é usar teclado e mouse sem fio (Bluetooth) e um módulo Bluetooth USB, deixando uma porta livre para um pendrive. Aliás, um módulo Bluetooth embutido faz falta: nesta época de celulares com câmeras cada vez melhores, ele é a forma mais fácil de trocar arquivos entre o telefone e o computador dispensando cabos.

Segundo a Positivo, a autonomia de bateria é de 4 horas em uso normal. Com carga completa, o indicador de bateria no Windows indica 4:39 de autonomia, e na prática a duração é bem próxima do indicado pelo fabricante: pouco mais de 4 horas em duas sessões de uso. Graças à ausência de partes móveis, o Mobo é absolutamente silencioso durante a operação. Existe uma ventoinha para dissipar o calor produzido pelo processador, mas ela é tão quieta (e entra em operação tão esporadicamente) que é quase imperceptível. Falando no calor, o Mobo praticamente não esquenta, ao contrário de muitos notebooks atualmente no mercado. Pode ser usado no colo sem problemas.

Além da mobilidade o grande atrativo do Mobo é, sem dúvida, o preço: apenas R$ 999. Isto o torna um dos notebooks mais baratos no mercado nacional. Se você não faz questão de muito poder de processamento e valoriza a mobilidade, vai adorar o Positivo Mobile Mobo. Para as crianças a empresa tem um outro modelo com mesmo preço, o Mobo Kids. A configuração e desempenho são similares, mas o gabinete é reforçado para sobreviver a quedas, poeira, mãozinhas sujas de chocolate e refrigerante derramado sobre o teclado.

Serviço
Nome: Positivo Mobile Mobo
Fabricante: Positivo Informática
Preço: R$ 999
Principais características: Processador Via C7-M de 1 GHz, 512 MB de RAM, 2 GB de espaço em disco, monitor LCD de 7 polegadas, webcam integrada, modem 56 K, interfaces de rede ethernet e wireless.
Prós: barato, silencioso, não esquenta, longa autonomia de bateria, poderoso o suficiente para o uso básico e internet.
Contras: teclado bem pequeno, pouco espaço em disco, Bluetooth faz falta.


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Rafael Rigues

O Mobo tem tela de 7 polegadas, processador de 1 GHz, 512 MB de RAM e 2 GB de espaço em disco

Mobo e Mobo Kids Subnotebooks da Positivo tem o tamanho de uma agenda e são leves, baratos e ideais para quem precisa estar sempre em contato com a internet

AMPLIAR

SETA ESQUERDA

SETA DIREITA

O Mobo tem tela de 7 polegadas, processador de 1 GHz, 512 MB de RAM e 2 GB de espaço em disco

Do tamanho aproximado de uma agenda, o Mobo pesa apenas 1.1 Kg e tem acabamento em preto black p...

À direita do teclado, encontram-se duas portas USB (para expansão), interface de rede e modem 56K.

Uma webcam vem instalada sobre a tela, no topo da moldura do monitor

Teclado e trackpad são pequenos, o que pode ser um incômodo para quem tem mãos grandes

O Mobo Kids tem projeto derivado do Classmate PC, o notebook educacional desenvolvido pela Intel

O micro é protegido contra impacto e derramamento de líquidos. A capa externa, em vinil, pode ser...

publicidade

Contador de notícias