iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

10/08 - 15:16hs

16% dos americanos se informam sobre emergências em redes sociais, diz estudo
Facebook é a rede social que as pessoas mais procuram quando querem se informar sobre emergências e também para informar a família de que estão seguros

Claudia Tozetto, iG São Paulo

Quando em situações de emergência, como falta de energia, ameaças de tornado, de terremoto ou furacões, 16% dos americanos dizem se informar sobre como proceder por meio de redes sociais. O número é um dos resultados de uma pesquisa da Cruz Vermelha Americana, que entrevistou 1.058 americanos, de 18 estados dos EUA.

Reprodução
A maioria dos que usariam redes sociais em situações de emergência, postaria informações sobre sua segurança no Facebook

Apesar disso, 63% das pessoas procuram telejornais e 44% rádios locais para se informar nessas situações. Mais da metade dos entrevistados também respondeu que gostaria de receber alertas por e-mail, mensagens SMS ou aplicativos sobre como proceder: 53% aceitaria receber mensagens sobre a localização de água e comida, 52% sobre rotas de fuga e 50% sobre locais de abrigo.

A rede social que os usuários mais procuram durante emergências é o Facebook, com 14%. O Facebook também foi a rede social mais procurada pelos entrevistados para divulgar informações e fotos quando eles presenciaram casos de urgência, com 75%. Na sequência, aparecem os blogs e depois Twitter e Flickr.

Quase 50% dos entrevistados também afirmaram que usariam as atualizações de sua rede social para avisar família e amigos que estão seguros. Deste percentual, 86% atualizariam seu perfil no Facebook e 28% mandariam mensagens por meio do Twitter.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias