iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

10/05 - 17:37hs

Spams assumirão novos formatos até 2020, diz Kaspersky
Empresa de antivírus prevê fim do mouse e teclado devido à explosão dos dispositivos móveis

iG São Paulo

Um estudo desenvolvido pela Kaspersky, empresa de antivírus, prevê que os hackers desenvolverão novos formatos para spams até 2020, principalmente por conta de maior quantidade de acessos à internet por meio de celulares. Mouses e teclados estarão cada vez mais obsoletos devido à dominância dos dispositivos móveis com telas sensíveis ao toque, por exemplo, ou comando por voz. O principal objetivo dos spams será, então, atacar usuários de smartphones e tablets em vez de computadores.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter

Estudos confirmam que usar dispositivos móveis para acessar conteúdos de entretenimento, informação e principalmente de comércio eletrônico e pagamentos online é uma tendência. Dados do último trimestre de 2010 da consultoria IDC mostram que a venda de smartphones superou a de PCs no mundo todo pela primeira vez. Foram 100,9 milhões de unidades de dispositivos móveis vendidas contra 92,1 milhões de desktops no mesmo período.

Ainda segundo a Kaspersky, os usuários do sistema operacional Windows continuarão sendo os mais atacados por hackers, apesar do fim da dominância do sistema operacional da Microsoft. A empresa acredita que, até o final desta década, existirão diversos novos sistemas operacionais, mas os cibercriminosos serão incapazes de desenvolver malware para um grande número de plataformas.

O estudo aponta também que, devido a adoção da identificação biométrica como sistema de proteção para pagamentos eletrônicos, os hackers terão mais trabalho para roubar dados dos usuários comuns. A proteção da privacidade dos internautas também continuará sendo um dos principais temas discutidos quando se falar em internet.


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias