Substâncias como cocaína, maconha e nicotina podem ser detectadas em poucos minutos com a nova tecnologia


Por Fernanda Morales

Novo dispositivo criado no Reino Unido é capaz de identificar substâncias químicas no organismo de uma pessoa através da análise de sua impressão digital.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


A tecnologia desenvolvida pelo Intelligent Fingerprinting , uma companhia ligada a Universidade do Leste de Anglia, em Norwich, na Inglaterra, consegue visualizar a identidade da pessoa e também detectar a presença de certo número de drogas como cocaína, maconha e nicotina.

De acordo com o site CNet , o reconhecimento das substâncias através das impressões digitais se dá com o uso de anticorpos mortos que são aplicados nas digitais juntamente com nano partículas de ouro presentes no dispositivo.

Se as impressões digitais ficarem com uma cor forte e luminosa após o contato com os anticorpos, é sinal que indivíduo faz uso de substâncias químicas.

Segundo o site New Scientist , o dispositivo pode detectar em poucos minutos a presença de drogas no organismo de uma pessoa. A nova tecnologia foi apresentada na Conferência Internacional de Ciências Criminais em Londres na semana passada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.