RIM anunciou dois aparelhos na manhã de hoje, dois deles acionados apenas por meio de tela sensível ao toque

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=tecnologia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597125112384&_c_=MiGComponente_C

Novos modelos de smartphones passam a integrar a linha BlackBerry a partir de hoje. A Research in Motion (RIM), fabricante dos aparelhos, anunciou três novos modelos, sendo que dois deles ganharam uma grande tela sensível ao toque, similar ao iPhone e aparelhos com sistema operacional Android.

Reprodução
BlackBerry 9850/9860 é acionado apenas por meio da tela sensível ao toque

As novas apostas da RIM contra o iPhone são os modelos Torch 9810 e 9850/9860 (cada numeração equivale a uma versão do mesmo aparelho, mas que funciona na rede GSM ou CDMA). O primeiro trata-se de um smartphone com processador de 1.2 GHz, 8 GB de memória interna, capacidade para filmar vídeos com 720p de resolução e fotografar com 5 megapixels num aparelho com tela de 3,2 polegadas.

Além de interagir com a tela, o usuário pode usar um teclado deslizante no Torch 9810. O Torch 9850/9860, no entanto, dispensa o teclado e permite interagir apenas por meio da tela sensível ao toque de 3,7 polegadas. O aparelho também oferece GPS e câmera de 5 megapixels. Todos os aparelhos lançados rodam o BlackBerryOS 7 , versão do sistema operacional anunciada em maio.

O terceiro novo aparelho é o BlackBerry Bold 9900/9930 que possui apenas 10,5 milímetros de espessura, o aparelho mais fino já fabricado pela RIM. O modelo segue com tela menor e teclado, como as versões anteriores do aparelho, mas é o primeiro a incluir suporte a tecnologia NFC (Near Field Communications), já usada em alguns países para pagamentos com o celular, mas ainda indisponível no Brasil.

Os aparelhos chegam às lojas dos Estados Unidos a partir do final de agosto, mas apenas por meio de operadoras. O lançamento dos novos aparelhos no mercado americano representam mais uma tentativa da RIM para competir com a Apple (fabricante do iPhone) e com empresas como Samsung, LG e HTC (que já adotaram o Android com principal sistema operacional para smartphones). Desde o lançamento de seu primeiro tablet, considerado fraco para os analistas, a RIM tenta recuperar mercado .

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.