Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Número de conexões de banda larga móvel dobra em um ano no Brasil

Crescimento forte nas vendas de smartphones impulsionaram venda do serviço de conexão a internet por meio de 3G

Claudia Tozetto, iG São Paulo |

O número de conexões de banda larga móvel, seja por meio de smartphones ou modems 3G, dobrou em apenas um ano no Brasil, passando de 20,6 milhões de acessos no final de 2010 para 41,1 milhões no final de 2011. Segundo os números divulgados hoje no Balanço Huawei de Banda Larga, realizado pela consultoria Teleco, as fortes vendas de smartphones, que representaram quatro de cada 10 celulares vendidos no último trimestre de 2011, impulsionam a venda de conexões 3G no Brasil.

iG São Paulo
Vendas de smartphones aumentaram em 2011, impulsionando venda de conexões 3G
De acordo com a Teleco, a base instalada de aparelhos 3G no País aumentou de 33,2 milhões no final de 2010 para 38,9 milhões em fevereiro de 2012. Apesar do crescimento forte, no entanto, esses aparelhos ainda representam apenas 18,9% do total de celulares em operação no País. Os celulares básicos, com tecnologia 2G, ainda representam 80,4% do total em operação no Brasil.

"O Brasil já passou a média mundial em quantidade de celulares 3G para cada 100 habitantes", diz Eduardo Tude, presidente da Teleco. A densidade de aparelhos 3G é de 24,1 a cada 100 habitantes no Brasil, inferior à média dos países desenvolvidos, que atualmente possuem 56,5 celulares 3G a cada 100 habitantes.

Além do crescimento na venda de smartphones, a venda de modems 3G também aumentou no período: o total de aparelhos cresceu de 7,9 milhões no final de 2010 para 8,3 milhões em fevereiro de 2012. "Os dados mostram que a migração dos aparelhos 2G para 3G está acontecendo de forma rápida no Brasil", diz Tude.

Atualmente, o serviço de banda larga móvel está disponível em 48,6% das cidades brasileiras, um rápido crescimento em relação a 2010, quando apenas 23,4% das cidades eram atendidas. Em população, esta cobertura representa que 84% dos habitantes do Brasil já podem contratar o serviço de banda larga móvel em sua cidade. "Com esta cobertura, as operadoras já superaram as metas para 2016 impostas pelo governo", diz Tude.

Se o crescimento do número de acessos 3G continuar no mesmo ritmo no Brasil até 2014, diz Tude, o total de dispositivos conectados à internet por meio de banda larga móvel pode chegar a 73 milhões no final de 2012 e em 124 milhões em 2014.

Banda larga fixa cresce mais devagar

Os acessos de banda larga fixa crescem numa velocidade mais lenta que as conexões de banda larga móvel, de acordo com a Teleco. Em dezembro de 2011, o Brasil alcançou 16,5 milhões de conexões de banda larga fixa, número que deve chegar a 20 milhões até o final do ano. Em 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, o número de conexões de banda larga fixa deve chegar a 30 milhões.

A cobertura do serviço também aumentou, a medida que as operadoras investem em infraestrutura para atender cidades mais distantes dos grandes centros. De acordo com o estudo, 99,8% dos municípios possuem o serviço disponível contra 81,1% das cidades atendidas no final de 2010. Atualmente, o Brasil fica em oitavo lugar no ranking de países com maior quantidade de acessos de banda larga fixa no mundo.

Leia tudo sobre: telecobanda larga móvelbanda larga fixa3G

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG