Com lançamento previsto para o fim de 2012, sistema é o primeiro da empresa projetado para tablets, além de computadores

Em evento para desenvolvedores realizado nesta terça-feira (13/09) nos Estados Unidos, a Microsoft apresentou pela primeira vez uma versão de seu próximo sistema, o Windows 8, rodando em tablets. Com previsão de lançamento no fim de 2012, o sistema é projetado rodar tanto em tablets quanto em PCs.

Tela inicial do Windows 8
Divulgação
Tela inicial do Windows 8
O Windows 8 é visto como a aposta da Microsoft para entrar pra valer no mercado de tablets, dominado pelo iPad. Já existem alguns tablets com o sistema Windows 7. Entretanto, esse sistema não foi projetado para tablets, o que limita muito sua utlização nesse tipo de equipamento.

O Windows 7 roda apenas em chips com arquitetura x86, fabricados principalmente pela Intel. Mas quase todos os tablets do mercado têm chips com outra arquitetura, a ARM. Esse é mais um motivo para a pequena presença do Windows em tablets. Para resolver esse problema, o Windows 8 também rodará em chips ARM.

Metro tem visual arrojado

A novidade mais visível do Windows 8 é a interface, batizada de Metro. Ela é completamente diferente do visual do Windows 7 e se parece mais com a interface do Windows Phone 7 , sistema para celulares da empresa. Nessa interface, os programas são agrupados em blocos retangulares, chamados de "tiles" pela Microsoft. Segundo a empresa, a interface Metro é eficiente tanto para uso com os dedos quanto para interação por meio de mouse e teclado.

Será possível também usar o Windows 8 em uma interface similar à do Windows 7. Um botão na tela chamado Desktop inicia uma área de trabalho similar à da versão do Windows atualmente no mercado.

O Windows 8 terá também uma loja de aplicativos, de conceito similar às lojas do iPhone e do Android. Segundo a Microsoft, o sistema permitirá a comunicação entre aplicativos. Com isso, deve ser possível editar ou transferir facilmente entre aplicativos. O Windows 8 também terá um boot mais rápido. Em vídeo recente, a Microsoft demonstrou um aparelho iniciado em menos de 10 segundos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.