Carpathia afirma que valor é necessário para manter as informações congeladas pelo FBI

O provedor Carpathia, que hospedava os arquivos dos usuários do Megaupload, pediu ao tribunal da Corte Federal dos EUA uma verba de US$ 9 mil por dia para cobrir as despesas com os servidores do serviço. Caso a verba não seja cedida, o site pede que o FBI autorize a exclusão dos arquivos, segundo o site Huffington Post .

Leia mais:
FBI fecha Megaupload e prende responsáveis pelo site
Fundador do Megaupload terá acesso a cerca de R$ 90 mil ao mês

De acordo com o Carpathia, os dados congelados pelo FBI custam ao provedor US$ 9 mil por dia, valor que era pago pelo serviço de Kim DotCom até ser desativado. Desde que o Megaupload foi desligado, os usuários não podem mais acessar seus arquivos. Entretanto, o FBI pediu que o provedor Carpathia congelasse todas as informações hospedadas até que seja resolvida a situação do Megaupload.

O serviço Megaupload foi desligado no final de janeiro. Os fundadores foram presos, mas conseguiram liberdade algumas semanas depois e atualmente estão em liberdade condicional na Nova Zelândia. Eles são acusados de quebra de direitos autorais, favorecimento à pirataria e lavagem de dinheiro, entre outros crimes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.