Robô-aspirador criado pela iRobot e pela TEPCO ajuda na recuperação da usina nuclear de Fukushima.


Por Guilherme Abati

Depois da tragédia ocorrida no Japão em março desse ano, quando um terremoto e um tsunami mataram milhares de pessoas, a empresa americana iRobot enviou quatro robôs para ajudar nas operações de recuperação da usina nuclear de Fukushima. Essa semana, outra missão robótica para ajudar na recuperação da tragédia foi anunciada no Japão.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


De acordo com o site Spectrum , a Tokyo Eletric Power (TEPCO), operadora da usina de Fukushima, já está utilizando um robô-aspirador para remover a alta radiação ainda presente nos reatores da usina.

A TEPCO explicou que o robô é um aspirador industrial com partes robóticas do Warrior, um modelo móvel da iRobot que é manipulado remotamente de uma distância segura. Um mês após a tragédia no Japão, a TEPCO já havia enviado dois robôs, também criados pela americana iRobot, ao principal reator da usina de Fukushima. Lá, os robôs mediram altos níveis de radiação.

O objetivo da limpeza, que tem no trabalho dos robôs um fator fundamental para o sucesso, é reduzir a exposição humana à radiação, principalmente em funcionários que cuidam da reconstrução da usina japonesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.