Com a liberação, a Samsung só teme uma coisa: não atender a enorme demanda pelo produto

Por Guilherme Abati

Geralmente um processo é algo que preocupa uma empresa, mas no caso da Samsung, pelo contrário. A decisão judicial que proibiu a venda do tablet da empresa , iniciado pela concorrente Apple, agora é usada como uma arma de marketing para impulsionar as vendas do Galaxy Tab 10.1 na Austrália.

Samsung tenta se aproveitar de processo para popularizar Galaxy Tab 10.1
Divulgação
Samsung tenta se aproveitar de processo para popularizar Galaxy Tab 10.1
Agora, além dos tribunais australianos terem liberado o comércio do tablet, a empresa usa o processo para aumentar a visibilidade do produto, alegando que, se a Apple tentou impedir o tablet, é porque ele é superior ao iPad.

De acordo com o Dvice , a empresa poupou milhares de dólares, uma vez que os jornais e a Justiça australiana fizeram todo o serviço de tornar a marca e o modelo públicos. Com a liberação, a Samsung só teme uma coisa: não atender a enorme demanda pelo produto.

Além disso, a Samsung mandou imprimir nas caixas dos tablets que chegam ao mercado australiano a seguinte frase: “O tablet que a Apple tentou parar”, segundo o site MacRumors .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.