Empresa obteve liminar que derruba proibição temporária da venda de seu tablet na Austrália, sob acusação de copiar iPad, da Apple

A Samsung obteve hoje uma liminar, na Justiça australiana, que derruba a proibição temporária da venda de seu computador tablet na Austrália, sob alegação de que a companhia copiou o iPad, da Apple.

Com isso, a empresa sul-coreana tem agora permissão para começar a vender o seu Galaxy Tab 10.1 na Austrália, até a realização de uma audiência final sobre o processo, para o qual uma data ainda será definida pela Corte local.

Leia mais : Samsung altera Galaxy Tab para evitar proibição na Alemanha

Após a notícia, as ações da Samsung, que caíram 0,9% na abertura do pregão na Bolsa de Seul, se recuperaram e passaram a ter valorização de 0,4%, também alavancadas pelas crescentes expectativas de recuperação da demanda no início da temporada de compras de final de ano dos EUA.

Veja também : Samsung tenta proibir iPhone 4S na Austrália e Japão

"O tablet 10.1 não é o produto chave da Samsung, e a decisão do tribunal, qualquer que fosse, não deveria afetar os negócios da empresa", disse Nam Tae-hyun, analista da IBK Securities. "Mas as últimas notícias implicam que os dois lados (Samsung e Apple) estão agora um passo mais perto de uma reconciliação, o que certamente é uma boa notícia para a Samsung." As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.