Um quarto da audiência brasileira usa a as redes sociais enquanto assistem a TV

O conceito de segunda tela, que usa dispositivos móveis para auxiliar na interatividade do usuário com os aparelhos de TV, está crescendo no Brasil. Esse foi um dos assuntos discutidos na Broadcast & Cable 2011, evento realizado pela Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão e Telecomunicações (SET) que acontece até esta quinta-feira (25/08) em São Paulo.

Segundo Rodrigo Arnaut, engenheiro e pesquisador da Rede Globo, aproximadamente um quarto da audiência da TV no Brasil usa as redes sociais enquanto assiste a programação. Arnaut diz que as emissoras devem conhecer o novo comportamento da audiência para adequar o conteúdo aos dispositivos móveis e criar aplicativos interessantes.

De acordo com ele, esses aplicativos, como os relacionados a novelas e esporte, ampliam a interatividade e a experiência do usuário e é necessário que o provedor de conteúdo entenda as várias plataformas ao transmitir a programação.

Um pesquisa feita pelo Ibope mostrou que 27% dos telespectadores assistem a TV e usam a internet simultaneamente. Arnaut diz ainda que esses números nos EUA ainda são maiores. Em uma estudo divulgado pela Forbes, 56% dos telespectadores estão usando a internet enquanto assistem a TV, e 40% estão nas redes sociais. Outro dado apresentado durante o evento mostra que nos Estados Unidos, 52% do conteúdo publicado em redes sociais está relacionado a programação de televisão.

Arnaut exemplifica outra forma de uso da segunda tela. Ele diz que, se o Ibope usa a amostragem de três mil pessoas para fazer as pesquisas de intenções de voto, os dispositivos também podem fornecer esses dados, ou até mesmo com mais amostragem, a partir de aplicativos de pesquisa de voto.

Hugo Marques, executivo da Cisco, também falou sobre a interatividade a partir dos dispositivos móveis. Ele citou alguns exemplos de sucesso, como o da norte americana HBO. A emissora disponibilizou com uma semana de antecedência um episódio da série Game Of Thrones para usuários do aplicativo específico do canal. O aplicativo atingiu 1 milhão de downloads em uma semana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.